Atualmente existe(m) 24 itens.

  1. Como o “Livro de Urântia” pode ter informações sobre Jesus que faltam na Bíblia?
  2. Como os mortais se beneficiam ao participar da Missão Instrutora?
  3. Como posso aprender a T/R (Transmitir/Receber)?
  4. Como posso contatar a Missão Instrutora?
  5. Como posso obter um instrutor pessoal para mim?
  6. Como são formados os grupos de estudo do “Livro de Urântia”?
  7. Como se formam os grupos da Missão Instrutora?
  8. Como se situa Urântia no grande esquema do Universo?
  9. O Nosso mundo não é o único planeta habitado?
  10. O que diz o “Livro de Urântia” sobre a Doutrina da Expiação?
  11. O que dizem os Instrutores Celestiais sobre Deus dentro de nós?
  12. O que dizem os instrutores sobre seus ensinamentos?
  13. O que são as escolas Melquisedeque?
  14. Os instrutores podem ler meus pensamentos?
  15. Por que a quietude (oração, meditação) é importante?
  16. Por que eu não ouvi falar antes do “Livro de Urântia” e da Missão Instrutora?
  17. Por que ganhamos “O Livro de Urântia”?
  18. Por que o Tempo de Correção está se realizando agora?
  19. Por que os instrutores se oferecem para vir para cá?
  20. Pretende-se que o “Livro de Urântia” leve a civilização à próxima época?
  21. Qual é a habilidade dos instrutores?
  22. Qual é o estado atual da Missão Instrutora?
  23. Qual é o significado de “circuitos abertos”?
  24. Qual é o tamanho do universo?

Na busca por respostas…
Respostas:

   


1. Como o “Livro de Urântia” pode ter informações sobre Jesus que faltam na Bíblia?

O Livro de Urântia não é uma redeclaração da Bíblia. Embora conte muito das mesmas histórias e inclua algumas citações bíblicas, também inclui informação adicional de uma perspectiva diferente. A parte IV do Livro de Urântia foi patrocinada por uma comissão de Seres Intermediários de Urântia, um dos quais era o intermediário que foi nomeado como sentinela sobre-humano do Apóstolo André. Durante o tempo da efusão de Micael como Josué ben José, chamado Jesus, o universo inteiro de Nébadon estava interessado em acompanhar sua vida como Jesus, Filho do Homem, revelando a paternidade de Deus. Seu aparecimento não foi só para o benefício dos urantianos, embora fosse uma parte importante de sua auto-outorga; foi para o benefício de todos os seres do universo, mortais e celestiais. Os seres que residem nas esferas celestiais se reuniram ao redor das estações de difusão/recepção, enquanto escutavam as notícias dos celestiais invisíveis que assistiam a Jesus em todo movimento, registrando suas palavras para a difusão pelo Circuito dos Arcanjos e deste para todo Nébadon, inclusive para os planetas habitados por mortais que não estavam sob quarentena.

Micael escolheu nosso mundo por várias razões: nós tínhamos sofrido duas faltas em nossa história, resultando no isolamento do apoio e ajuda extra-planetários normais; e era necessário ele se encontrar e derrotar os líderes arqui-rebeldes ainda residentes no planeta como Filho do Homem, sem usar seus poderes divinos. No papel de professor, Jesus precisou liberar e inspirar a natureza espiritual do homem, iluminar seu intelecto obscurecido, curar sua alma, viver uma vida religiosa exemplar, auxiliar no bem-estar físico e conforto material de seus irmãos mortais. Chegando como um bebê desamparado em um mundo atrasado e privado espiritualmente, Micael estava correndo um grande risco em sua vida de criança, na adolescência e nos anos de adulto, de forma a poder completar a exigência da efusão, que era viver sujeito à vontade de seu Pai do Paraíso. Assumindo a tarefa mais difícil possível, ele estava dando ao seu universo inteiro e a todas as gerações futuras um exemplo do que o homem pode alcançar quando vive a vida religiosa ideal e faz de sua vontade a vontade do Pai.

Embora não fosse permitido que o serafim e o intermediário assistentes interferissem na vida que Jesus levava como mortal do reino, eles estavam sempre presentes e mantiveram registros detalhados de sua vida e ensinamentos, que foram utilizados na compilação dos documentos de Jesus no Livro de Urântia, o registro mais preciso e completo dos trinta e seis anos de sua vida em nosso mundo. Os registros mantidos pelo serafim proporcionam iluminação e inspiração em outros mundos de Nébadon, que se referem a Urântia como o “Mundo da Cruz”.


Voltar

   


2. Como os mortais se beneficiam ao participar da Missão Instrutora?

O que está sendo ensinado durante os contatos celestiais com os mortais de Urântia serve a vários propósitos, como exaltar as raças e culturas das conseqüências da Rebelião de Lúcifer e auxiliar o crescimento espiritual de cada indivíduo. Normalmente, um mundo evolutivo recebe a útil ajuda do Príncipe Planetário e de seu séqüito, para guiar o desenvolvimento da civilização em dez áreas principais:

  • Alimentação, bem-estar material, água e necessidades de roupa;
  • Domesticação animal e sua utilização, inclusive o uso da roda;
  • Conquista de animais predadores e proteção contra humanos hostis;
  • Disseminação e conservação do conhecimento, inclusive um sistema de escrita;
  • Indústria e comércio, manufatura primitiva e sistema de permuta;
  • Conceitos básicos de religião revelada, superação da adoração de fantasmas;
  • Saúde e vida, práticas sanitárias e higiene elementar;
  • Arte e ciência, cerâmica, artes decorativas, uso do vapor e trabalhos em metal;
  • Relações tribais avançadas, com a promoção de relações pacíficas entre tribos pelo casamento, jogos competitivos e humor;
  • Coordenação tribal e cooperação racial.

Em seguida as revelações de época regularmente avançam no processo de crescimento por esclarecimento. Neste ponto de nossa civilização, Urântia deveria ter evoluído para muito longe destes sinais primitivos de cultura e civilização e já deveria ter se aproximado das fases da idade de luz e vida, com um só idioma, uma só cultura, um só povo e uma religião única. Os celestiais estarão nos ajudando em todas as áreas que requerem correção. Alguns exemplos destas áreas são:

  • A igualdade entre os sexos;
  • O uso inteligente e sábio dos recursos naturais;
  • O estabelecimento de melhores relações entre as nações;
  • A criação de pontes para o entendimento entre as religiões;
  • A substituição dos ensinamentos sobre Jesus pelos ensinamentos de Jesus;
  • A educação sobre o controle planetário espiritual;
  • A formulação de leis melhores, mais justas e misericordiosas;
  • A melhora de nosso sistema educacional;
  • O treinamento para melhorar a habilidade dos pais e a coerência na família;
  • O desenvolvimento de métodos co-criativos para o bem-estar social, a moradia, o combate à fome e os cuidados médicos;
  • Os direitos e responsabilidades sociais;
  • A construção de comunidades internacionais;
  • O aumento da ética em todas as áreas da estrutura da sociedade, das unidades governamentais, das corporações, das unidades familiares, da educação e da responsabilidade cívica;
  • A reparação de danos e negligências em relação ao ecossistema;

As mudanças na sociedade devem ser precedidas por mudanças nos indivíduos que compõem aquela sociedade. Nossos pais universais, Micael e Nebadônia, juntamente com todo o pessoal do Tempo de Correção, estão dispostos a trabalhar com os indivíduos mortais para o crescimento espiritual pessoal, ou crescimento da alma em áreas como:

  • Entender a Paternidade de Deus e a Fraternidade do Homem;
  • Aumentar a relação pessoal com Deus;
  • Prover ferramentas para purgar a si mesmo de venenos espirituais;
  • Encorajar o crescimento de características desejáveis;
  • Ensinar o amor recíproco, a aceitação e o respeito;
  • Explicar o papel dos mortais no cosmo;
  • Prover um quadro geral da vida após a morte;
  • Responder às perguntas mortais de natureza espiritual;
  • Aumentar nossa cooperação com o Fragmento do Pai e o Guardião Seráfico;
  • Preparar-nos para nosso destino eterno;
  • Guiar a procura pelo equilíbrio do crescimento entre nosso físico, mente e componentes espirituais;
  • Iluminar nossa existência com humor, alegria e criatividade.
    Essas metas de correção planetária e pessoal não serão alcançadas pelos nossos amigos celestiais, mas eles nos ajudarão a fazer tais correções pelo processo co-criativo para o maior e mais alto bem em tudo o que nos interessar.


    Voltar

       


    3. Como posso aprender a T/R (Transmitir/Receber)?

    “Todos são capazes de experimentar esta técnica de transmitir/receber, e são realmente bem-vindos.”


    Estudante: 
    “Abraão, agora mesmo você escolheu falar através de alguém. Esta é sua preferência ou você tem outros modos para se comunicar direta ou indiretamente com as pessoas?”

    Abraão: “Estou escolhendo este método com Ellanor porque ela permite isto. Se ela não quisesse eu talvez tentasse usar métodos diferentes, como falar com Ellanor pelos amigos dela, sua família, talvez durante a meditação, quando sentidas as mensagens, em vez de ouvidas.”

    “Falar através de outro não é incomum. Nós aperfeiçoamos este método com o passar do tempo. E eu diria que todos aqui hoje à noite são bastante capazes de utilizar este método de comunicação em particular, mas se há vontade é outra questão. Eu diria que os mortais que reivindicam ter direitos exclusivos sobre este método particular de comunicação não estão sendo sinceros. Todos são capazes de experimentar esta técnica, e são realmente bem-vindos. É uma questão de vontade e confiança por parte do mortal receptor.”

    “Com o passar do tempo este método de comunicação parecerá bastante natural e não um fenômeno, como alguns hoje proclamam que é. Conforme este mundo progrida mais adiante em Luz e Vida, este método particular de transmissão/recepção será antiquado e desnecessário para as habilidades naturais dos que procuram viver dentro da vontade do Pai; todos terão informação precisa à mão, pelos circuitos universais e pelo uso da mente cósmica, que facilmente alcançará as massas.” Abraão, Grupo de Woods Cross, Utah, EUA, 1996.

    “Deixe que de sua mente transbordem os sentimentos e emoções”


    Estudante: “Há qualquer coisa que eu possa fazer para facilitar esta conexão entre nós?”
    Instrutor: “A prática da quietude, é claro.”
    Estudante: “Há qualquer coisa que eu possa fazer para refinar isto? …o que mais posso fazer?”
    Instrutor: “Pratique a arte de escrever, com uma prática diária ou tão freqüente quanto você possa, escrever os pensamentos que lhe ocorrem após a quietude, não necessariamente tentando transmitir, mas permitindo que de sua mente transbordem os sentimentos e emoções que você experimente.”

    “À medida que você entrar mais em contato com este fluxo de emoções e sentimentos, haverá um ganho intuitivo e logo você poderá ver-se escrevendo pérolas espirituais.”

    “Claro que você pode usar um gravador, se quiser estar menos envolvido com o aspecto material enquanto estiver tentando transmitir. Mas a relação global começou. Nós já ganhamos a conexão. Muito disto está inconsciente, mas você sente minha presença nesta ocasião.”

    Estudante: “Sim… sim eu sinto”

    Instrutor: “E você encontrará um conforto crescente com a minha presença. Enquanto cresce este conforto, o fluxo de nossa relação aumentará. Não se requer necessariamente que você tenha de verbalizar transmissões, mais do que na relação cotidiana.” Instrutor Pessoal não-identificado, Conferência Love-In-Action, EUA, 24 de Agosto de 1997.

    “Estão cada vez mais abertos os circuitos para treinar todas as pessoas no planeta.”


    “A paz está dentro de você. Deus o ama como a todos no mundo. Concentre-se na luz e você terá impressões mais verdadeiras. Relaxe. Estamos tentando estabelecer os circuitos entre a humanidade e o mundo invisível. É cada vez mais necessário que os circuitos sejam abertos, para treinar todas as pessoas no planeta. Seus instrutores invisíveis estão tentando completar tudo para vocês. Cada vez mais estão sendo abertos circuitos, com o passar do tempo. Em seus momentos de quietude as mensagens lhe chegarão mais claras. Procure cada um conhecer como Jesus fez quando passou por aqui.”  JarEl, Califórnia, E.U.A., 6 de Novembro de 1994.

    “É uma conexão de mão dupla. Você terá de abrir seu lado do circuito”


    Estudante:
     “Eu gostaria de saber se você transmite de perto ou de longe, algo como Edêntia ou mais distante? Eu gostaria de compreender como você trabalha conosco.”

    Ahmoron: “Nós falamos com você onde você está – profundamente. Onde nós estamos, não importa. Estamos com você. Estamos disponíveis a qualquer hora. Não que tenhamos de percorrer cem mil ‘parsecs’ para estar onde você está. [Nota: Parsec é uma unidade de distância estelar, igual a aproximadamente 3,25 anos-luz (3,08 x 1016 metros)].

    Estudante: “Bem, posso perguntar como visualizar melhor como você sabe onde estou? Está correto visualizar que você transmite de onde quer que esteja no universo local e que sua energia de amor é transmitida e transformada pelos Seres Intermediários, que são os ‘técnicos’ dos circuitos, aos quais devemos ser profundamente gratos?”

    Ahmoron: “Vou dar-lhe um exemplo com algo que você conhece melhor. Você está operando seu computador. Pense sobre onde estou e envie mensagens. Você tem de abrir sua ponta do circuito, nossa ponta está sempre aberta. Em que local estamos, realmente não importa. Sim, nosso circuito está aberto. Podemos ter meia comunicação deste modo. Mas você tem de estar aberto a isto para que a comunicação inteira possa acontecer. Não podemos forçá-lo. Deus não o força. Ele nos ama muito. Ele nos dá a liberdade da livre escolha. Apenas procure por Ele – abra-se a Ele e então a comunicação fluirá. Este é o método de trabalho.”

    Estudante: “Sim, é um bom exemplo, Ahmoron. De minha perspectiva limitada é muito impressionante para minha mente saber que você tem a habilidade de deslocar-se no universo, ao mesmo tempo em que pode comunicar-se conosco. É claro que é um raciocínio muito surpreendente para mim.”

    Ahmoron: “Pense nisso deste modo. Quando se tornar puro espírito, você poderá pensar estar em um certo lugar… e estará lá. É assim conosco. Nós pensamos, ‘Ah! Lá está o O.’ E chegamos lá. ‘Lá está o J.’ E chegamos lá.”

    Estudante: “Isto só se aplica à sua ordem Melquisedeque, ou também é uma habilidade que todos os nossos instrutores de existência mortal anterior têm?”

    Ahmoron: “Com algumas variações, acredito eu.”

    Estudante: “Assim como quando Legião há pouco pensou, ‘Olá, O.!’ Então o contato comigo foi imediatamente estabelecido.”

    Ahmoron: “Mas não se esqueça de que é uma conexão de mão dupla. Sim, ele poderia dizer, ‘O., você está aí?’, entretanto você terá que dizer, ‘Oi Legião, você está aí?’ e abrir a ponta de seu circuito.” Ahmoron , Grupo de West Virgínia, EUA, 9 de Julho de 2002.


    Voltar

       


    4. Como posso contatar a Missão Instrutora?

    Existem apenas algumas organizações no âmbito da Missão Instrutora. Isso é um fato que às vezes dificulta indicar a novos interessados uma área geográfica conveniente. Na maior parte dos casos, a atividade da missão instrutora fica com um indivíduo ou grupos de indivíduos que se reúnem para receber as transmissões celestiais e, quando esse trabalho se completa, cada um segue seu caminho. Novos grupos e instrutores estão sempre aparecendo e não há como manter-se a par de todas as atividades o tempo inteiro.

    Existem, entretanto, algumas referências confiáveis no âmbito da comunidade da missão instrutora, que podem ser oferecidas aos que estão interessados em contatar o programa ou participar pessoalmente.

    Listamos as seguintes atividades da missão instrutora, que poderão ser úteis aos que estiverem contemplando a possibilidade de participar desse programa de elevação em Urântia:
    1. Inscreva-se na LISTA DE DEBATE:
    Existe uma lista de debate chamada “Teaching Mission List” (TML) na qual muitos dos que participam da missão instrutora se inscrevem para trocar informações e pontos de vista, e onde são recebidas novas transcrições das lições dos instrutores. Ela é valiosa por muitos motivos e o novato pode aprender muito ao acompanhá-la ou participar dos debates informais que nela ocorrem.
    A inscrição na TML pode ser feita da seguinte maneira:

    Para inscrever-se na lista, envie uma mensagem para majordomo@circuit1.teamcircuits.com. No campo “assunto”, escreva “subscribe tml”. Entretanto, para participar da troca de mensagens, não envie a mensagem para o robô chamado Majordomo, mas dirija-se às pessoas, encaminhando seus comentários ou respostas para tml@circuit1.teamcircuits.com. Para desligar-se, dirija-se novamente ao robô, em majordomo@circuit1.teamcircuits.com e no campo “assunto” escreva “unsubscribe tml”. Existem outras listas associadas à TML, que o interessado poderá utilizar.

    2. Como contatar organizações atualmente associadas à Missão Instrutora:
    Existem duas organizações sem fins lucrativos associadas à Missão Instrutora, que poderão ser úteis às pessoas que desejarem orientação no programa.
    São elas:

    3. O “Center for Christ Consciousness” (CCC). Seu endereço na internet poderá ser encontrado na seção Links deste site.
    4. A “Association for Light and Life” (ALL). Seu endereço na internet também poderá ser encontrado na seção Links deste site.
    5. Como contactar os atuais grupos de estudo, por área geográfica:
    6. Grupo de Rio Rancho, New México, EUA – Angus e Gerdean O’Dell Bowen, Telefone(505) 896-9561
    7. Área metropolitana de Oklahoma City, EUA – Sybil Morgan, e-mail: hawkangel606@yahoo.com
    8. Grupo de Northern Idaho, EUA – Tom Newbill, (208) 264-9002 Nashville, Tennessee, EUA – Dr. “David” Schlundt, e-mail: d.schlundt@vanderbilt.edu
    9. New England, EUA – Marty Greenhut (413) 528-1452
    10. Ontário, Canadá – Judy Nyland (905) 383-3212
    11. Austrália – Robert Kenter, tel. 0351-273616
    12. Nova Zelândia – Barry Bartlett, e-mail: bar2let@slingshot.co.nz
    13. Brasil, Frederico A Galvão, e-mail: abbottgawain1@hotmail.com
    14. Grupo de Bakersfield, Califórnia, EUA – Deborah Goaldman, (661) 871-9578
    15. Área de San Francisco Bay – Rick Voss (415) 499-0629
    16. América Central – Nacona, e-mail: whisperingpines@frontiernet.net
    17. Grupo de Denver, Colorado, EUA – Roxanne Andrews, e-mail: jrandrews@earthlink.net
    18. Costa Rica, Jungle Group TeaM – “Oliver” Duex, e-mail: correctingtime@fastmail.fm
    19. Grupo da Pennsylvania – Ron Besser, e-mail: aronolac@suscom.net
    20. Grupo de Woods Cross, Utah, EUA – Mark Greer, e-mail: Greer.mark@comcast.net
    Esta lista será editada periodicamente, para corrigir omissões, acréscimos e erros.
    21. Ouça e formule perguntas pelo serviço de teleconferência (Light Line). Desde o final de 2003, certas pessoas se voluntariaram a apresentar teleconferências em que os estudantes podem participar de sessões da missão instrutora ao discar, em determinada hora do dia, um número de telefone previamente anunciado. Podem ser feitas perguntas e recebidas respostas diretas na teleconferência, de parte dos instrutores celestiais, a respeito de assuntos espirituais de interesse geral para a comunidade. Pede-se que não sejam formuladas perguntas pessoais ou de simples curiosidade durante tais sessões. Basta discar o número anunciado na TMList para participar ou simplesmente ouvir, de forma a ter uma idéia de como é conduzida uma sessão da missão instrutora.

    O anúncio dos números de telefone e da hora da sessão é feito na subscription list da TML vários dias antes do evento. Caso você resida fora dos Estados Unidos ou da América do Norte, poderá haver motivos técnicos que impeçam a sua participação. Sinta-se à vontade para experimentar o processo e assegurar-se do que lhe é possível. A hora da sessão é geralmente anunciada com base na zona de tempo ocidental dos EUA (GMT-8).


    Voltar

       


    5. Como posso obter um instrutor pessoal para mim?

    “Você só tem de pedir. Nada será forçado pelo corpo docente, porque isso constituiria uma violação de sua vontade; então tem de aprender a pedir o que deseja receber deles. Todo mortal urantiano que pedir um instrutor pessoal o receberá, nomeado e escolhido por seu Ajustador do Pensamento, o ser que melhor se adequará às suas necessidades, dentre os milhões de voluntários que buscam os estudantes urantianos.”

    “A qualquer hora em que você falar alto, eu o ouvirei.”

    “Eu sou seu guia e instrutor, e nós discutiremos as coisas que importam em sua vida. Sou aquele em quem você pode confiar, e que estará sempre ao seu lado. Não tentarei tomar o lugar dos Seres Intermediários, de Micael ou de Deus, mas sou um amigo que está caminhando a toda hora ao seu lado, e tenho tido muita dificuldade em me fazer melhor conhecido por você.

    “Quero estar contente e desfrutar dos frutos de seus trabalhos, e também ajudar a guiá-lo quando houver dúvidas em sua mente. Nós começaremos a nos comunicar de um lado para o outro muito facilmente. Porque você sabe que a qualquer hora em que falar alto, eu o ouvirei.”

    “Sonde seus sentimentos sempre que for a tomar decisões importantes, e sempre se incline para o positivo. Isto o fará sentir-se melhor. Micael acha que você precisa reconhecer seu instrutor e guia, e foi a mim que ele escolheu para você. Eu caminharei ao seu lado de agora em diante.” Samuel, Toormina, New South Wales, Austrália, 22 de Julho de 2001.

    “Nós estamos próximos de seu aparelho auditivo.”
    “Nós estamos com você. Estamos próximos de seu aparelho auditivo, que vocês chamam de orelhas, mas é mais do que orelhas. Estamos ao seu lado, e quando não puder ouvir, quando se esforçar, se da próxima vez abrigar um pensamento nesse sentido, terei chegado até você, meu amado, saiba que você me ouviu. Porque eu amorosamente deixarei isso ser sua missão para aquele dia.” Legião, Jungle Grupo de Missão Instrutora em Nuevo Arenal, Costa Rica, 19 de Novembro de 2000.

    “Nós observamos nossos estudantes em suas experiências de crescimento.”

    “Eu tenho um quadro de referência, que é de muitas formas igual ao seu. Posso colocar-me em pé de igualdade com você como um filho ascendente, um peregrino do tempo que se dirige ao Paraíso. E também posso dizer que aumentei minha experiência como resultado, sem contar o fato de minha sobrevivência depois da morte em um modo de vida moroncial, mais adiante aumentado por significativo treinamento moroncial. Porém eu busco uma relação com você, buscando assim ter uma compreensão de seu quadro de referência.”

    “Observando o nível evolutivo que vocês atingiram eu me deparo com um quadro de referência, então, isso me permite ver seu estado incompleto e tentar aumentar sua educação por suas necessidades que podem estar em qualquer momento determinado baseadas em um consenso de fatores espirituais. Em consulta com meus semelhantes do Corpo de Instrutores eu posso, e nós o fazemos freqüentemente, observar nossos estudantes em seu crescimento de experiências e misericórdia e tentar entender como e porque eles estão pensando e o que irão fazer. E a compreensão que nós guardamos como resultado do seu estudo, como uma raça de pessoas, como relativamente novas almas nascidas do espírito, gera compaixão sincera pelos obstáculos que vocês têm de superar e pelo condicionamento profundamente assentado a que foram submetidos. Mesmo assim, nós os observamos como eu observei uma vez os indivíduos em minha carreira mortal de Antropologia Cultural. Eu os convido a observarem o comportamento humano como faria um antropólogo cultural. No contexto do estudo da construção da sociedade, a separação dos aspectos sociais permitirá que a personalidade do cidadão individual floresça e isso permitirá florescerem outros agrupamentos sociológicos de tendências culturais.”

    “O fato de sua humanidade e sua materialidade é o que realmente faz Associações Humanas 101 um assunto muito complicado e fascinante. Se e quando vocês observarem um ao outro como meramente animais da mesma categoria, não levarão muito tempo para ver como é que seus comportamentos regredirão e se nivelarão com o mais baixo denominador comum. Vocês se considerando uns aos outros como seres de espírito da mesma categoria, todos fora de alcance, desapontarão uns aos outros e assim arruinarão aspectos da espiritualidade que se poderiam bem dispor a abraçar e inculcar como uma parte de sua realidade, mas não às custas de sua humanidade, para isto é a experiência mortal sensata, bem unificada: filho de Deus, filho do homem que funciona proveitosa e felizmente, na carne e na consciência do espírito.” Tomás, Spokane, Washington, E.U.A., 22 de Setembro de 2001.

    “Nós freqüentemente apenas nos sentamos e observamos os momentos em que vocês verdadeiramente caminham adiante em glória.”

    “Muitos instrutores e guias vêm para visitar de vez em quando e atualmente mantêm registros sobre os humanos do que eles acham ser o mais fragrante, e eles querem nos visitar o tempo todo para novamente compartilhar momentos em suas vidas. Como surgem necessidades, junto com seus anjos, o auxílio pode ser parte da visita. Embora muito freqüentemente apenas se sentem e observem os momentos em que vocês verdadeiramente caminham adiante em glória e mostram a amizade amorosa e risadas de camaradagem com vocês. Nós desfrutamos destas ocasiões também. Como fazem os intermediários leais que foram seus vizinhos mais novos aqui, muitos e muitos anos antes de vocês – no passado das gerações, em sua geração e nas gerações do porvir. Os intermediários às vezes conheceram seus antepassados e às vezes assistiram à luta e ao crescimento desta experiência evolutiva ao longo dos anos.”

    “E agora, o tempo está vindo para a fusão de todas estas personalidades que trabalham para a luz e vida e a grande regeneração de Micael, trabalhando para a espiritualização do universo. Você faz parte disto, assim como legiões de outros que vêm servir. Você continuará sendo um dos favoritos de nossa equipe de visitantes e nós esperamos renovar estas reuniões e avançar em experiências nos dias e semanas à frente. Planeje estas reuniões como você desejar.” Tarkas, Grupo da Missão Instrutora em Cincinnati, Ohio, E.U.A., 28 de Setembro de 2001.

    “Eu os vejo como meus alunos e os vejo também como professores”

    “Eu os vejo como pesquisadores da verdade e do conhecimento. Eu os vejo como meus irmãos, como viajantes na estrada para a eternidade, eu os vejo como belos espíritos, filhos do Pai que há pouco embarcaram na aventura eterna e meu coração fica com vocês. Minha alma se alegra de estarem hoje à noite aqui comigo. Eu os vejo como meus irmãos e irmãs afetuosos e amados, com quem espero ter uma relação mais íntima nos próximos dias. Eu os vejo como meus amigos, os vejo como meus iguais, eu os vejo como meus alunos e meus professores. Estou contente por estar aqui em sua presença e muito grato por me terem convidado aqui hoje à noite.” Welmek, Indianápolis, Minnesota, E.U.A., 21 de Setembro de 2000.

    “É um desafio encontrar a chave que destranca a fé, o amor e o serviço dentro de cada ser.”

    “…É importante perceber que, para realizar um trabalho com mortais do tempo e do reino espacial, a paciência é muito exigida. Freqüentemente a mesma lição pode ser repetida muitas vezes e ainda assim não produzir resultados instantâneos, como uma lâmpada incandescente que se acende de repente. Mas quando este momento de revelação acontece, sempre mais aquela luz interior estará acesa e você terá encontrado o interruptor para fazer isto se transformar numa grande diferença na vida daquela pessoa. Assim, não se desespere no ensino quando aqueles ao seu redor continuarem insistindo obstinadamente em encontrar modos alternativos que os alimentem com falsas metas que fixaram para eles mesmos, pois no final das contas provarão serem em vão.”

    “Quando, de modo episódico, o clarão súbito da descoberta vem a uma pessoa, este é um momento jubiloso para o instrutor, pois abre os caminhos para um fluxo continuado de conhecimento e iluminação acelerada. E assim é um desafio encontrar a chave que destranca a fé, o amor e o serviço dentro de cada ser, cada personalidade. Cada um de vocês é sem igual, e isto é verdade. Isto é tão estupendo quanto pode ser.” Verônica, Grupo da Missão Instrutora em Cincinnati, Ohio, EUA, 28 de Setembro de 2001.



    Voltar

       


    6. Como são formados os grupos de estudo do “Livro de Urântia”?

    A qualquer hora em que dois ou mais leitores acharem que compartilham este interesse em comum e desejarem passar um tempo juntos estudando o livro, eles poderão fazer isto. Cada grupo é autônomo e pode ser levemente ou fortemente organizado, como seus integrantes desejarem. Alguns grupos se reúnem uma vez por semana ou uma vez por mês; alguns podem se reunir no mesmo local, ou alternando-se como anfitriões; alguns fazem a leitura dos documentos consecutivamente, enquanto outros fazem um estudo tópico; alguns se reúnem para compartilhar uma refeição trivial, enquanto outros têm sobremesa e café ou chá antes ou depois da sessão de estudo.

    Grupos de estudo planejarão freqüentemente uma reunião regional de natureza social, como celebrar o nascimento de Jesus no 21 de agosto, ou um banquete de ação de graças de grupo. Qualquer motivo fará uma festa! Urantianos amam estarem juntos pelo companheirismo e comunhão com Micael. Também há conferências regionais, retiros e seminários que estão abertos a todos os leitores, e uma vez a cada três anos a Fraternidade do Livro de Urântia patrocina uma Conferência Internacional que é muito freqüentada.

    Caso você contacte as seções em português da Fraternidade do Livro de Urântia (www.urantiabook.org) ou a Fundação Urântia (www.urantia.org), elas poderão ajudá-lo a contactar outros leitores em sua área.
    Voltar

       


    7. Como se formam os grupos da Missão Instrutora?

    Novamente, há grande latitude em como esses grupos são formados. Pode ser tão simples quanto dois ou mais indivíduos que gostam de ler juntos e discutir as cópias postadas por outros grupos, ou se houver um indivíduo que é capaz de T/R (transmitir/receber) para seu grupo, eles podem pedir a um instrutor (celestial) que trabalhe especificamente com seu grupo. O formato e freqüência das reuniões ficam a cargo do grupo, com talvez alguma orientação de um instrutor celestial ou professores. Por exemplo, nosso instrutor de grupo pediu que nós não comêssemos uma refeição pesada antes da sessão de T/R, que nos sentássemos em um arranjo circular ou oval e que cada um de nós se conectasse à mérkaba e um ao outro pelo coração, mente e intenção. Às vezes uma lição formal é apresentada, e outras vezes podemos ter a oportunidade de fazer perguntas aos instrutores celestiais. Ocasionalmente há oradores convidados, quando Micael, Nebadônia, Maquiventa, Monjóronson, ou algum outro espírito das alturas pode escolher dirigir-se ao grupo, como instrutor visitante de outro grupo.

    Os instrutores pediram que as sessões fossem registradas em fitas, transcritas e postadas na Internet para todos compartilharem, e você achará milhares dessas lições disponíveis neste site e em outros. Cópias pessoais entre os indivíduos e os instrutores celestiais podem ou não ser postadas na Internet, dependendo da natureza da transmissão e do potencial benefício a outros. Normalmente não são postadas sessões de natureza muito pessoal. Além dos instrutores de grupo que são nomeados, os indivíduos também podem pedir que um instrutor celestial trabalhe com eles em seu crescimento espiritual, e claro que cada indivíduo pode chamar a qualquer hora seu Ajustador do Pensamento, Micael, Nebadônia ou os guardiães seráficos pessoais.

    A meta desejada é que todo estudante pratique a quietude e convide um contato celestial em seus corações, mentes e vidas. Em muitos grupos, vários indivíduos são capazes de T/R e eles podem receber as lições de vários instrutores. Até mesmo se um indivíduo não escolher ser um T/R para o grupo, ainda é sugerido que ele aprenda a técnica da quietude, de forma que possa comungar com seu Ajustador do Pensamento. Trabalhar com quaisquer dos celestiais não significa uma intrusão ou invasão de sua mente ou sua vida, você tem que dar permissão para que esta ajuda amorosa aconteça. Eles não violarão seu livre-arbítrio nem controlarão a direção de suas decisões e ações. Eles podem apresentar opções ou possibilidades de um ponto de vista amplo, mas é o indivíduo que decide qual opção ele pode ou não escolher, e o que eles podem fazer a respeito. Não existe castigo por desconsiderar suas deliberações. Como qualquer decisão que o mortal tome, elas estão sujeitas às conseqüências das ações e omissões, mas estas são repercussões naturais e não são orquestradas pelos celestiais em retribuição. Erros de julgamento são guardados pelo Ajustador de Pensamento para futuras lições e correções, se necessário, mas isto é feito com amor e para o crescimento espiritual do indivíduo, não como castigo. Como mortais, espera-se que cometamos erros, e nossos Ajustadores do Pensamento nos ajudarão a aprender com eles.
    Voltar

       


    8. Como se situa Urântia no grande esquema do Universo?

    “Urantia é o nome de nosso planeta Terra, é como ela é conhecida por todo o universo.”

    Urântia está localizada em uma porção relativamente jovem do 7° Superuniverso, que ainda está em formação. Não são somente nosso universo local e nosso sistema que estão incompletos, mas há outros universos locais dentro de Orvônton que ainda estão sendo criados e/ou completados. Cada um dos sete superuniversos tem uma única função para expressar os atributos de Deus Supremo. “Orvônton, o sétimo superuniverso, aquele ao qual o vosso universo local pertence, é conhecido principalmente pela sua imensa e pródiga outorga do ministério de misericórdia aos mortais dos reinos. É renomado pela maneira segundo a qual prevalece a justiça, temperada pela misericórdia; e pela qual o poder governa, condicionado pela paciência; enquanto os sacrifícios no tempo são feitos livremente para assegurar a estabilização na eternidade. Orvônton, como universo, é uma demonstração de amor e de misericórdia”. (LU, documento 15, seção 14)

    A designação/localização de Urântia é: (LU, documento 15, seções 7 & 14)

    Planeta habitado número 606
    Do Sistema de Satânia, número 24
    Na Constelação de Norlatiadeque, número 70
    No Universo Local de Nébadon, número 84
    No Setor Menor de Ensa, número 3
    Do Setor Maior de Splándon, número 5
    No Superuniverso de Orvônton, número 7
    Voltar

       


    9. O Nosso mundo não é o único planeta habitado?

    Da mesma forma que nossos ancestrais foram obrigados a lidar com a descoberta de que nosso mundo não era plano e de que nosso sol não orbitava ao redor do planeta terra, os cidadãos de hoje de Urântia devem levar em conta uma grande expansão do conhecimento revelado, de que não estamos sós no universo. Nós vivemos em um cosmo bem ordenado, governado por um Criador ilimitado, de inimaginável potencial para grandiosas maravilhas. Somente o Pai Universal conhece o exato número de seres em sua criação, e Ele nos conhece a todos pelo nome e número. Apenas quando o Grande Universo estiver completo, haverá sete trilhões de planetas para mortais evolucionários similares a nós, e isto sem levar em conta o vasto número de seres celestiais que vivem nos mundos arquitetônicos, ou no inimaginável número de mortais que estão em vários estágios de ascendência. Atualmente os quatro níveis do espaço exterior estão desprovidos de seres, mortais ou espirituais, mas no momento apropriado eles também terão mundos adequados para habitações humanas e espirituais. (LU, documento 36, seção 3; doc 49; doc 52; doc 58; doc 72)(página 399, pag. 559-571; pag 589-600; pag 664-671; pag 808-820)

    Devido ao nosso isolamento imposto pela quarentena judicial, outros mundos avançados têm somente a permissão e o privilégio da observação e o mínimo contato, mas agora a quarentena foi suspensa, e a possibilidade de contatos com mortais de outros mundos foi expandida. Existem muitos mundos mais avançados tecnicamente e eles possuem a capacidade de atravessar vastas distâncias do espaço. Seres mais avançados espiritualmente e tecnologicamente, que não são nenhuma ameaça; entretanto, nós somos uma ameaça a eles com nossos mísseis e natureza belicosa. Através do Tempo de Correção, estamos sendo gradualmente preparados para esses contatos iniciais, então não temos de responder com medo e violência aos nossos irmãos de outros mundos.

    Do Instrutor Celestial Elyon:

    “Entidades de dimensões elevadas são uma parte da totalidade da experiência planetária.”

    “À medida que você se libertar das condições planetárias de quarentena dentro de mundos rebeldes, muitas funções normais, como a comunicação interplanetária, serão restabelecidas e mesmo agora o trabalho está a caminho do restabelecimento destas ligações. Por causa disso o isolamento dos mundos e a subseqüente ausência de um ensinamento espiritual holístico, fizeram com que o físico fosse separado do espiritual. Muitas vezes o mundo se apresenta como um lugar afastado do divino”.

    “Numa disposição planetária normal, eventos como estes não acontecem. Visitantes de outros mundos e entidades de dimensões elevadas fazem parte da totalidade de muitas experiências planetárias de qualquer criatura. Esforços estão sendo feitos para estabelecer estas condições. Eu não diria “restabelecer”, porque as funções da administração espiritual neste mundo foram cortadas antes do estabelecimento inicial em que as criaturas humanas do mundo se relacionassem. Vocês não perderam os “bons tempos de antigamente”; apenas agora é que o planeta Urântia está entrando nesses bons tempos.”

    “Alguma educação será necessária, e vocês (da Missão Instrutora) estão entre os muitos qualificados a apresentar esta verdade de que os de outros mundos não são hostis, eles irão contribuir beneficamente ao progresso deste planeta, e vocês também, como cidadãos deste mundo, terão o mesmo impacto benéfico sobre eles”.

    “O Tempo de Correção durará, enquanto os importantíssimos assuntos de Urântia abrangerem cada mundo em quarentena da rebelião. Instrutores como eu são designados a agir em todos os lugares assim como hoje eu faço com vocês. Devido às restrições da quarentena e ao processo de sua suspensão, vocês somente receberão contatos destes “claros” na aproximação deste mundo. Isto é como, se eu posso usar uma analogia, o paciente de um hospital que é resguardado de outras contaminações presentes. Tudo é cuidadosamente monitorado. Nos mundos avançados de civilizações progressistas são feitas grandes permissões de intercomunicação e enganos podem ocorrer nesta experiência cultural inter-planetária. Isto é devido à maturidade das civilizações envolvidas.” Elyon, Grupo da Missão Instrutora em North Idaho, EUA, 3 de Fevereiro de 2002.

    Elyon: “Pela sabedoria de nosso Criador, foram colocados mundos habitados suficientemente separados por uma distância tal, que cada um não pode interferir na evolução de outro mundo, da mesma maneira que em seu mundo os continentes foram protegidos pelos mares de invasões de outros continentes. Uma vez que suas civilizações se desenvolveram mais completamente, elas puderam se misturar com maior grau de paz. Esta dinâmica de comportamento é retificada entre os mundos. Em outro lugar neste universo foi testemunhado que houve alguns conflitos entre planetas, da mesma maneira que vocês empreenderam guerras entre continentes”.

    “Urântia só está emergindo agora da quarentena. Os que entrarão em contato com seu mundo são membros especiais, escolhidos e treinados para chegar cautelosamente ao seu mundo. Eles entram mais restritos em seus contatos do que se fossem simples pioneiros que buscam terras novas. A razão é, como você declarou, que você, um ser humano, pode ter influência em outro ser humano porque vocês são iguais em suas esferas de livre arbítrio. Isto faz parte da evolução na Supremacia. Eu e outros como eu estamos em outro nível, e isto não é julgado pelo Criador ao manipularmos como vocês devem evoluir”.

    “Visitantes de outros mundos, que vêm como iguais, podem ter influência sobre vocês e vocês sobre eles. No caso de Urântia, tendo sofrido um período prolongado de isolamento, estes visitantes foram treinados por nós e sua chegada foi preparada de acordo com os desejos de Micael, menos independente do que uma astronave se aventurando livremente poderia fazer em um reino normal”.

    Ginny: “Vocês estão impedindo que alienígenas venham aqui nos fazer dano ou eles não podem vir aqui?”.

    Elyon: “Esses mundos que são vistos como potencialmente prejudiciais para outros mundos, ainda são incapazes de atravessar grandes distâncias, e seu mundo é um deles. Os mundos que têm essas habilidades para chegar ao seu mundo não foram retardados pela Rebelião de Lúcifer. Esses mundos obedecem aos métodos de Micael mais prontamente. Nós não evitamos que sejam potencialmente prejudiciais; eles são simplesmente incapazes de prejudicar. Mas nós treinamos e ensaiamos estes que estão nos circuitos de Nébadon e completamente atentos aos empreendimentos neste sistema e constelação. Estes vêm em missão para Urântia, e em mundos como este, que estão sob proteção. É o desejo dos encarregados do Tempo de Correção que estes mundos que foram atingidos recebam a cura livres de potenciais retrocessos devastadores. Então vocês podem plantar em suas concepções a noção de que eles num futuro próximo os visitarão e saberão no seu mundo ser benignos”.

    “Se vocês tivessem se desenvolvido como uma esfera normal neste sistema e continuado além do nível de desenvolvimento atual, seriam capazes agora de contatar outros mundos; caso menos restrições existissem, vocês encontrariam estas culturas como no passado vocês encontraram culturas novas ao cruzar os mares. Vocês e eles teriam cometido erros e aprendido. Mas Urântia está sob a proteção e cuidados de Micael, e isso altera as condições e habilidades de contato de seu mundo”. Elyon, Grupo de North Idaho, 24 de Novembro de 2002.
    Voltar

       


    10. O que diz o “Livro de Urântia” sobre a Doutrina da Expiação?

    “Jesus não morreu para resgatar o homem das garras dos governantes apóstatas e dos príncipes caídos das esferas. O Pai do Céu nunca idealizou uma injustiça tão crassa quanto condenar uma alma mortal pelas más ações dos seus ancestrais. Nem a morte do Mestre, na cruz, teria sido um sacrifício que representasse um esforço para pagar a Deus um débito contraído pela raça da humanidade.”

    “Uma vez que tenhais captado a idéia de Deus como um Pai verdadeiro e cheio de amor, conceito este que é o único que Jesus sempre ensinou, deveis imediatamente, e com toda a consistência, abandonar, em sua totalidade, todas aquelas noções primitivas sobre Deus como um monarca ofendido, um governante austero e Todo-Poderoso cujo deleite maior é descobrir a vós, súditos Seus, em más ações, e assegurar que sejais adequadamente punidos, a menos que um ser, quase igual a Ele próprio, se apresente para sofrer por vós ou morrer como um substituto e no vosso lugar. Toda a idéia da redenção e da expiação é incompatível com o conceito de Deus, do modo como foi ensinado e exemplificado por Jesus de Nazaré.” (LU, documento 188, seção 4) (Veja no documento 188, seção 5, o verdadeiro significado da morte de Jesus na cruz.)
    Voltar

       


    11. O que dizem os Instrutores Celestiais sobre Deus dentro de nós?

    “Meu ensinamento não é meu próprio, é meu Pai que age e fala por mim.”

    “É um prazer a intimidade com vocês, queridos estudantes, queridos amigos, queridos tutelados. Nós amamos nosso tempo verdadeiramente quando vocês podem nos ouvir ou nos sentir. E vocês todos cultivam a dúvida. Nenhum de vocês está isento deste comentário. Afinal de contas, a maioria das pessoas neste planeta consideraria este tipo de contato um absurdo, possivelmente perigoso, talvez mentalmente desestabilizador. E ainda assim vocês o praticam. Vocês acreditam. Vocês continuam.”

    “Vocês transmitem e recebem apesar de suas dúvidas, apesar de sua natureza humana. Assim, embora reconheça que às vezes vocês são céticos, desejo enfatizar o fato de que vocês são mais crentes do que céticos. Confiam muito mais freqüentemente do que hesitam. Vocês amam muito mais do que guardam ressentimento e raiva. Vocês todos estão progredindo. Vocês estão adiante de toda a mudança de caminhos que Daniel ilustrou tão belamente.”

    “Sim, eventualmente nós trabalharemos entre nós mesmos além do serviço, se este serviço for visto como um contato mais seguro do que através do grande Monitor Misterioso residente. Mas nós não trabalharemos fora de nossas amizades ou nossas relações com cada um de vocês. Nós continuaremos presentes junto a vocês. Isso esclareceu o que previamente poderia ter sido mal entendido no comentário? O que nós desejamos para vocês é que se alinhem cada vez mais com Deus, confiem nas palavras que de fato vocês ouvem em suas mentes como provenientes de seu Espírito residente. É seu destino, quando alcançarem o primeiro círculo, comungar de fato desta maneira. É a meta que Jesus alcançou antes de seu batismo, num processo gradual. A comunhão dele com Deus ficou tão clara até que poude dizer, ‘eu falo as palavras que meu Pai me dá, meu ensinamento não é meu próprio, é meu Pai que age e fala por mim.’ Esta é a meta da vida mortal. Este é o significado pelo qual ‘trabalharemos entre nós além do serviço’. Tal trabalho será feito muito mais completamente pelo próprio personagem, isto é, aquele Espírito pré-pessoal dentro de vocês que um dia se fusionará, se fusionará completamente com você, de forma que vocês dois sejam um.” Klarixiska, Grupo da Missão Instrutora em Southeast Idaho, Pocatello, Idaho, EUA, 4 de Maio de 2001.

    “Sua melhor transmissão seria de seu próprio Pai Residente”

    Abraão: “Chegará um momento em que todos os transmissores tropeçarão e cairão em curto. Sua melhor transmissão será de seu próprio Pai Residente. É nisto que você deveria colocar sua fé e confiança. Todos os transmissores falharão. Nenhum transmissor é completamente preciso. Você reacende sua chama com seu próprio Pai Residente por suas recordações ao renascer em Espírito. Você pode confiar em sua própria orientação interna se sentir que é do ponto de vista da vontade de nosso Pai, para a glória do Pai.”

    “Comunicar-se com outros também é uma âncora no mar do inconsciente. Guardar-se contra o pensamento irracional, ou guardar-se contra o pensamento fanático ou as ações irracionais. É sábio ter comunicação com seus companheiros, e reservar uma porção de tempo para considerar essas coisas que você sente que recebeu.”

    “Eu diria a cada um que nossa Missão é fazer com que os mortais tenham um contato melhor com seus Espíritos Residentes. Nós do corpo docente somos uma ferramenta. Posso dizer-lhe que seu contato com o Ajustador fica mais forte diariamente, e não duvide que você também esteja usando minha ajuda e a de outros do Alto.” Abraão, Woods Cross, Utah, EUA, 9 de Setembro de 1997.

    “Nós não interferimos na conexão de um humano com o Criador Divino.”

    “Você entendeu, das mensagens que chegaram durante anos, que todo instrutor nesta missão foi submetido a um extenso treinamento antes desta tarefa. Você aprendeu sobre vários mandatos, restrições, e exigências que os instrutores se empenham em apoiar e seguir. Uma das instruções é nunca interferir na conexão da alma humana com o Criador Divino, apenas ajudar, apenas prover o que fará o humano progredir”. Elyon, Grupo da Missão Instrutora em North Idaho, EUA, 3 de Agosto de 2003.
    Voltar

       


    12. O que dizem os instrutores sobre seus ensinamentos?

    “Meu maior trabalho, com os meus associados, é ajudar.”

    “Enquanto Micael estava aqui na Terra, cumpriu as exigências para conseguir a soberania (sobre o universo) e também optou por promover a consciência do Pai na terra, compartilhar com a raça humana uma visão enaltecida e mais simples de Deus, personalizada, dinâmica, como uma relação e não só como um padrão de grandeza. E ele utilizou as pessoas comuns de sua época para o treinamento. Ele demonstrou, com seu corpo de evangelistas, que o treinamento e a motivação podiam iluminar o mundo e deixar o claro brilho espiritual energizar as almas daqueles ao seu redor.”

    “Embora o Príncipe Planetário estabeleça sua sede com uma equipe especializada, ele também adquire e recruta personalidades humanas do planeta que dirige, para a valorização dos outros ao redor deles.”

    “Nós estamos em uma era de ministério espiritual em que não há qualquer sede estabelecida funcionando, e vocês não têm a presença física de um ser celestial ou mesmo de uma personalidade de Criador, como Micael, em forma física para ajudar e guiar. De certo modo nós hoje os dirigimos de longe, talvez eu devesse dizer, baseado em seus cinco sentidos.”

    “Este esforço missionário confia predominantemente em suas reações e suas manifestações para nossa contribuição, para nossas motivações como nós as expressamos em nossas lições. Quando um episódio de revelação acontece em um mundo de grande significação, como aquele que foi expressado a vocês em revelações de época, orientação e ajuda são oferecidas, a orientação da sabedoria celestial, com a ajuda do esforço humano.”

    “Uma fração pequena de meu trabalho com vocês é a orientação, que integra a forma pela qual nós estamos comprometidos hoje. Eu tento semear suas mentes com pensamentos que podem inspirar e iluminar. Mas o meu maior trabalho com os meus associados é a ajuda. Ao combinar inspiração e esclarecimento você está preparado para seguir adiante e se expressar. É aqui que nós instrutores ficamos motivados, para isto que é o verdadeiro alcance da Missão: seres humanos enaltecendo uns aos outros pela expressão sincera da descoberta da verdade, beleza e bondade, benéfica para uns e outros.”

    “Tenha pão, tenha água, alimente-se, mas nenhuma nutrição vale a pena sem a atividade necessária para justificar esta nutrição. A adoração sempre está junto ao serviço, para que os dois estejam realmente num ‘continum’, um espectro, um espectro em que não estejam divorciados um do outro, como a luz vermelha da luz azul.”

    “Num comentário final eu o encorajaria com a imagem de que, se seu carburador estiver sujo, há um grande limpador de carburadores que reside dentro de você e pode fazer os ajustes necessários para levá-lo ao ponto máximo de seu desempenho, basta buscar essa ajuda quando sentir necessidade.” Elyon, Coeur d’Alene, Idaho, EUA, 8 de Abril de 2001.

    “Nós o ajudamos em sua transição para o abraço da divindade”.

    “Seus assistentes celestiais compreendem que você tenha uma sensação de desligamento mais freqüente do que de ligação. Mas estes guias são simplesmente, guias. Um guia o levará de um lugar de origem a um destino – neste caso o que interessa individualmente é sua sensação de auto-presença, de não estar só em um universo tão grande que você até se sente pequeno – o destino do abraço do Deus de tudo. Isto é o que o seus anjos da guarda fazem; isso é o que seus instrutores pessoais fazem. Eu também tento a mesma coisa: simplesmente ajudá-lo em sua transição para o abraço da divindade.”

    “Então, assegurem-se da atenção ininterrupta de seus instrutores, do amor deles e da liberdade que não o obriga a saudá-los ou reconhecer sua presença. Enquanto forem recebidos com alegria, nunca serão uma exigência. Todo o bem é passado para o Filho Soberano de Nébadon.” Elyon, Grupo da Missão Instrutora em North Idaho, EUA, 3 de Agosto de 2003.

    “A transformação pelo amor é o ensinamento da Missão Instrutora”

    “É importante trazer o espírito através de você e no que você faz, até que este esforço consciente se torne uma parte integrante de quem você é. Este, em essência, é o fator espiritualizante. Esta é a evidência de Deus em sua vida. Este é o foco da Quietude, trazer à consciência o seu potencial de espiritualizar sua vida presente e assim se tornar um servidor de todos.”

    “Isto é o que o Pai pretende. Esta é a Missão de Micael em Urântia. Este é o tema subjacente e a motivação de nosso ensinamento. De toda a informação que você receberá de nós, ou de qualquer outro instrutor, a transformação pelo amor é o ensinamento da Missão Instrutora. Qualquer outro diminui em comparação com ele. Não importa o que resta no planeta, e não importa o senso de urgência que você possa sentir, a transformação pessoal que você pode sofrer é a primeira prioridade espiritual neste mundo. A transformação pelo Amor é ascensão, é morôncia e é pré-requisito para a iluminação da vida e a fusão com o Ajustador.”

    “Toda a grande glória armazenada para você no universo não se compara à glória da transformação pelo amor, quando a pessoa começa a experimentar dentro de seu próprio coração e a felicidade e alegria que acompanham o ato de dar o amor desinteressado pela própria vida da pessoa, e em tudo o que a pessoa faz. Não foi este o exemplo da vida do Mestre? Mesmo agora é este exemplo que espera gozo dentro das vidas de vocês mortais, estimulado pela capacidade de trazer o amor do Pai para este mundo e abençoar aquela presença dentro de vocês que representa o presente do Pai ao gênero humano.”

    “Toda a arte, ciência, filosofia e psicologia que estiver próxima ao amor do Pai e O amar, trará beleza à arte, serviço à ciência, entendimento à filosofia e significado à psicologia.” Berka, Arcádia, Califórnia, EUA, 17 de Outubro de 1997.

    “Quando vocês começarem a fazer perguntas específicas, poderemos começar a cooperar.”

    “Os instrutores entram e ensinam, como se fossem conferencistas com um currículo aprovado, e com o tempo, como sua compreensão começa a formular uma realidade, você quer ampliar aquela percepção da realidade. Mas é um exercício mental para que você busque palavras apropriadas para os conceitos que conseguiu elucidar. É um processo educacional.”

    “Quando vocês começarem a fazer perguntas específicas, estarão descobrindo como sua mente está operando. Estarão descobrindo que sua mente está funcionando! E então nós poderemos começar a cooperar. Coloquem isto dentro de um quadro de referência de participação na sociedade, absorvendo passivamente os valores, como uma esponja seca absorve a água.”

    “E aprender a formular perguntas é como achar o príncipe. Às vezes você tem que beijar muitas rãs e fazer muitas perguntas bobas antes de começar a sentir os resultados de seus esforços, em substantiva realidade moroncial.”

    “Uma das coisas mais irritantes para novos alunos é a segurança de um instrutor que muito sorri, por nenhuma razão aparente. Assim o estudante é incentivado a lutar com este tipo de autoconsciência que lhe dará tanta alegria inerente.” Paulo, Spokane, Washington, EUA, 13 de Outubro de 2001.
    Voltar

       


    13. O que são as escolas Melquisedeque?

    “Nossa missão é conduzida pelo Espírito e construída sobre uma base espiritual. Nossas escolas são espirituais e mentais.”

    Maquiventa Melquisedeque: “…Nossas escolas Melquisedeque irão ajudar no enaltecimento dos significados e valores de nossas responsabilidades como cidadãos do universo. É com grande alegria que digo que Micael é nosso diretor e é ele quem cuida do currículo educacional. Micael está atento às suas necessidades espirituais e projetou nosso programa para satisfazer estas necessidades, como também as necessidades do universo. Estou contente em ajudar no treinamento moroncial; deixo o lugar para Abraão.”

    Abraão: “Eu sou Abraão. Em meu nome e de meus estudantes, expressamos nossos agradecimentos a Maquiventa. Muitos de nós nos lembramos de um tempo em que foram acreditadas escolas Melquisedeque para serem construídas materialmente. No âmago de nossa Missão pretendemos ultrapassar aqueles pensamentos humanos que foram cimentados no materialismo, para atender aos desejos. Eu não consideraria isso um erro de predição, não. Não culparia ninguém pelos enganos que aconteceram. Eu traria este tópico à luz de um propósito.”

    “No espaço de alguns curtos anos seus pensamentos foram moldados para abraçar maiores realidades do Reino, lentamente. Muitos abandonaram seus anseios por lugares de habitação material para aprenderem as realidades espirituais. Eu digo que agora muitos sabem que o Reino do Pai não é material. Nossa Missão é conduzida pelo Espírito e construída sobre uma base espiritual. Nossas escolas não contêm nenhum instrumento para ensinar, não. Nossas escolas são espirituais e mentais. Eu não pretendo lançar julgamentos ou ridicularizar, não. Estou contente em expor a verdade de que vocês são nossos estudantes mortais e ultrapassaram seu desejo de uma prova física de que nossa Missão existe. Vocês vieram para aceitar que nosso Reino é espiritual. Nossa missão é espiritual e com isso eu posso assegurar que aquela informação espiritual é futura.”

    “Mensagens universais de difusão podem chegar a este planeta e posso dizer com autoridade que a vocês são dadas as boas-vindas do universo. É como se vocês nunca houvessem estado isolados. Não digo que não houve nenhuma aprendizagem nesse isolamento, não. Digo, entretanto, que o Pai nunca os esqueceu, era em um certo ponto necessário isolar nosso mundo rebelde e nós vivemos isto, aprendemos e agora terminou. A vocês são dadas as boas-vindas como cidadãos plenos de Nébadon. Você vê quão distante viajou em seu pensamento? Você vê como seu crescimento afetou todo o planeta? Pensamentos são flexíveis e se ao Pai é permitido ensinar, então os resultados são belos. Você está aprendendo que o Pai é aquela mão. Você empreendeu entender sua posição neste universo e dar graças por isso.” Maquiventa, Abraão, Woods Cross, Utah, EUA, 25 de Novembro de 1996.

    “Eu implemento educação espiritual em muitos cenários e diversas salas de aula.”

    “Eu lhes estendo minhas saudações neste momento; sou Maquiventa Melquisedeque.”

    “Muitos de vocês não estão a par de minha posição em sua história. Eu fui bastante privilegiado por muito caminhar no mundo em que vocês habitam agora, e pertenço a uma ordem de seres cujo desejo é implementar a educação espiritual em muitos cenários e diversas salas de aula, como estamos experimentando neste exato momento. Minha ordem de seres é residente com vocês neste mundo. Nós valorizamos profundamente as ações que ora ocorrem em seu planeta, porque também é nosso planeta. Recebemos de seu Criador nosso mandato para conduzir estes processos educacionais. Buscamos implementar este processo de todos os modos e com todos os meios concebíveis. Trabalhamos com indivíduos. Trabalhamos com grupos. Na realidade, trabalharemos com qualquer um que se prontifique a trabalhar conosco.”

    “Há um grande e glorioso plano para o restabelecimento de seu mundo nas boas graças e na confiança espiritual do universo. Estamos fazendo deste plano uma realidade. É por qualquer meio que buscaremos atrair sua atenção para trazer os assuntos de mais destacada importância espiritual. Nós nos preocupamos com a elevação espiritual de seu mundo.”

    “Este é um enredo altamente incomum para este transmissor/receptor. Ele está completamente fora da zona de conforto em que usualmente opera. Assim, apresento a vocês estes indivíduos que na realidade deste dia, nesta mesma hora, praticam a sua fé e dão um passo em direção ao abismo do desconhecido, pelo serviço a vocês. Nós fazemos isto de mãos dadas, juntos.”

    “Este processo alcança e toca muitas vidas, não só daqueles que se sentam aqui hoje, mas tem ramificações que se desdobram ao longo do universo. Nós aceitamos o alistamento de qualquer indivíduo com um coração sincero que deseje trabalhar com companheiros espirituais do outro lado, que lhes proporcionarão uma estrutura para implementar grandes mudanças espirituais em seu mundo.” Maquiventa Melquisedeque, Cerimônia na Unity Church, Sandpoint, Idaho, EUA, 16 de Setembro de 2001.

    “Maquiventa supervisiona o currículo”

    “Você foi informado no começo desta missão que Maquiventa, nosso Príncipe Planetário, supervision o currículo do Tempo de Correção, conforme manifestado pela Missão Instrutora. Isto não impõe restrições a nós, mas nos dá bastante do mesmo tipo de coordenação que seus professores mortais usam, ao manterem uma escola que segue um currículo.” Daniel, Grupo da Missão Instrutora em Southeast Idaho, Pocatello, Idaho, E.U.A. 14 de Janeiro de 2000.

    “Nós estamos anunciando uma mudança primordial na realidade deste planeta!”

    “Meus amigos, quando começamos esta Missão Instrutora como resultado da adjudicação da rebelião de Lúcifer, não estávamos trazendo para vocês simplesmente algum fantasma imaginário, de algum tempo perdido no passado. Estávamos anunciando uma mudança primordial na realidade deste planeta! Esta mudança de realidade continua acelerada. Você verdadeiramente está se dirigindo para o auge do momento mais importante na história de Urântia. A massa crítica está sendo alcançada em transformação espiritual.” Abraão, Grupo da Missão Instrutora em Southeast Idaho, Pocatello, Idaho, E.U.A., 6 de Novembro de 2000.

    “O que nós instrutores desejamos é colaborar”

    Pergunta: “Olá, Ham. A Missão Instrutora é um suplemento da revelação pessoal ou uma ampliação da revelação de época?

    Ham: “Sim, em ambos os casos. O impacto da Revelação de Época no indivíduo e a revelação pessoal é como a que você, claro, experimentou, ao ler seu Livro de Urântia. Mas o que nós instrutores desejamos é colaborar.”

    “Nós não nos envolvemos diretamente em sua experiência com o Pai, que vem sob o domínio da auto-revelação. Nós reforçamos sua relação com o Pai, mas não interviemos, não nos colocamos entre você e Deus. Somente somos professores que decidem ajudar a trazer aquela espiritualidade que você está recebendo do Pai, o ajudamos a entender isto, o ajudamos a aplicar isto e a se firmar em seu caminho. Fomos nomeados para ensinar, não para revelar o Pai, porque o Pai se auto-revela a cada um de vocês.” Ham, Spirit Quest 99 (Conferência Internacional dos Leitores do Livro de Urântia), Vancouver, Canadá, 10 de Agosto de 1999.

    “Nosso trabalho é, no final das contas,treinar para trabalhar”.

    “Nós instrutores não estamos aqui para ser sempre o foco de suas orientações e contato. Nosso propósito é facilitar sua consciência do Monitor Divino interno, sua orientação para entender o que este Monitor oferece. Não estamos aqui para sermos intercessores entre você e Deus. Estamos aqui para compartilhar a nossa experiência, nossa força, nossa esperança, nosso amor, e para ser uma presença consoladora enquanto você avança na estrada do progresso. Não vou falar sobre um tópico diferente do que há pouco declarei, que nosso trabalho é, no final das contas, treinar para trabalhar. Mas não se preocupe; contanto que você nos deseje, tenho certeza de que irá se beneficiar com a nossa associação permanente.” Alkon, Grupo da Missão Instrutora em Southeast Idaho, Pocatello, Idaho, EUA, 4 de Maio de 2001.
    Voltar

       


    14. Os instrutores podem ler meus pensamentos?

    “Sua privacidade pessoal é afiançada por seu próprio Ajustador do Pensamento”

    Estudante: “O que você vê quando vem me visitar, quando eu o convido em meu processo de pensamento? Eu gostaria de saber o que acontece quando eu convido alguém que não o Pai em meus pensamentos privados.”

    Aarão: “É essencial que o convite seja feito. Caso contrário, não nos permitem invadir sua mente. O Pai é a única pessoa, assim como o Espírito da Verdade de Micael, que está atento aos seus pensamentos. Eles são as únicas realidades espirituais que o conhecem completamente. Eles estão mais atentos a seus pensamentos do que você. Eles não abrem sua mente como um tronco de cedro e fazem brilhar uma luz sobre a superfície, de forma a revelar tudo que pensou ou sentiu alguma vez, aos instrutores ou anjos, etc.”

    “Então, a informação que você, por sua permissão, nos autoriza obter, estava escondida por seu Ajustador do Pensamento e pelo Espírito da Verdade. Não é traço nosso sermos curiosos. Nós não precisamos conhecer todas as suas “coisas”, somente aquelas informações que nos podem ajudar em nosso plano de ensino, em nossa adaptação da verdade que especificamente podemos apresentar a você. Está me entendendo?”

    Estudante: “Sim. Isto está me dando discernimento e opções em relação aos meus padrões de pensamento.”

    Aarão: “Bem, nós não podemos pedir isto, nem mesmo que seja para este fim. Nem sequer os anjos conhecem seus pensamentos. Só um Ajustador do Pensamento, em ligação com o Espírito da Verdade, sabe de seus pensamentos assim. Existe esta inviolabilidade em cada pessoa. O mesmo ocorre com os segredos de Sonárington, os segredos de Divínington, etc. Quer dizer, certos conhecimentos só são disponíveis a quem interessa.”

    “Por exemplo, eu não preciso saber o que você pode ter feito de errado em sua vida. Este não é assunto meu. O único modo de fazê-lo assunto meu seria se você compartilhasse isto para pedir ajuda dentro de como fazer melhor, etc. Muitas pessoas temem compartilhar porque temem ser “conhecidas completamente” por alguém. Mas eles não o serão. Seu Ajustador do Pensamento não permite isso. Seu Ajustador do Pensamento o conhece completamente e o que ele quer para você é que confie tanto quanto puder abrir e compartilhar. Respondi à sua pergunta, ou não?”

    Estudante: “Em meu tempo de quietude, quando eu entrar nele, darei permissão para que todos vejam a minha mente, para ajudar e guiar. Isto será exposto em reuniões? Qual é o procedimento?

    Aarão: “Nós falamos sobre como fazemos como professores. Avaliamos uns com os outros como está o ensino. Às vezes fazemos sugestões úteis; mas somos normalmente positivos. Poderíamos trazer à tona um assunto da vida de uma pessoa, quando esta possa estar deslizando na dúvida e no medo. Nós perguntamos, além de tudo o que está sendo feito, se há qualquer outra coisa que possa ser feita para ajudar esta pessoa. Isto é porque os anjos estão presentes. Não é permitido que eu diga mais que isto.”

    “Eu há pouco precisei assegurar que sua privacidade pessoal fosse afiançada por seu próprio Ajustador do Pensamento. Eles tomam as decisões sobre que informações compartilharem, que sejam de seu melhor interesse. O fato de você dar a permissão torna isto mais fácil para nos tornarmos amigos, porque você não está com medo e não está resistindo. Não se preocupe que seu livre-arbítrio seja restringido. Não o será.”

    “E sejam mais pacientes com vocês mesmos, todos vocês! Estão fazendo o melhor que podem. Realmente estão!”

    Estudante: “Quase parece em seu discurso que a paciência é algo em que nossos instrutores estão trabalhando como um bem. (Sim, nós estamos) Que eles gostariam de ver-nos avançando mais rápido, e que eles são imperfeitos, embora melhores do que nós. Eles provavelmente tiveram sua paciência bem testada.”

    Aarão: “Eu não concordarei totalmente com a avaliação de que nós somos impacientes em relação ao seu progresso. Não, o que eu estou dizendo é que VOCÊS são impacientes com seus progressos! Não, de fato nós não somos impacientes em relação ao seu progresso! Contudo, não somos perfeitamente pacientes, pois ainda não somos perfeitos.”

    “Deixe-me ter certeza de que você entendeu isto! Nós estamos contentes com seus progressos, em contraste com vocês. Nós sentimos que estão fazendo o melhor possível. Lembre-se de que não é tanto onde está e sim para onde vai o que importa. Não é o estado mental em que se encontra agora que é tão importante, e sim sua intenção de estar em um melhor estado mental amanhã.”

    Estudante: “Eu acho que intelectualmente compreendemos isto. Mas em termos de minha própria vida, é tão difícil fazer com que se torne parte da rotina cotidiana.”

    Aarão: “Bem meu amigo, é em parte porque você confiou na intelectualização por muito tempo em sua vida. Foi um método para evitar uma tomada de decisão. É porque minhas sugestões são baseadas na ação. Pensar nestas coisas é uma distração, às vezes.” Aarão, Grupo da Missão Instrutora em Southeast Idaho, Pocatello, Idaho, EUA, 22 de julho de 2003.
    Voltar

       


    15. Por que a quietude (oração, meditação) é importante?


    Voltar

    Do instrutor celestial Abraão:

    “Os circuitos abertos e os transmissores eletroquímicos no cérebro humano estão inter-ligados”

    “Praticar a quietude é um método maravilhoso para descruzar seus fios. Desconectar-se do mundo e reconectar-se com o Pai é um momento adicional de instrução e compreensão. Esta sensibilidade pode ser física, pelos meios eletroquímicos cerebrais. Isto é perfeitamente comum para este mundo que agora está fora do isolamento e descobrindo como é bom estar cheio de benefícios espirituais pela primeira vez. Você vê, os circuitos espirituais e os transmissores eletroquímicos do cérebro estão interligados. Este é o plano original do Pai. Supostamente é como deveria ser desde o princípio.” Abraão, Grupo de Woods Cross, Utah, EUA, 13 de Novembro de 2001.

    Dos Instrutores Celestiais Aarão e Abraão:

    “Não se espera que você seja um perito em quietude, mas que simplesmente tente.”

    Estudante: “Eu não estou procurando atalhos, mas estou procurando conselhos sobre a quietude. Eu me desvio facilmente em minhas viagens da mente. E vejo isto na atmosfera deste grupo. Posso sentir melhor o Pai assim, do que só. Qualquer conselho seria grandemente apreciado.”

    Aarão: “Obrigado por sua pergunta. Talvez olhar diferentemente para a quietude pudesse ajudar. A quietude não é projetada para somente ser um período de tempo onde você tenta sentir Deus ou senti-lo mais íntimo. Muitas pessoas pensam em quietude, ou adoração, ou tempo de oração em termos de como sentir mais profundamente a presença de Deus. O sucesso é visto por grande parte da população humana como dependente de seus sentimentos. Mais que isso, a quietude é um exercício para elevar sua mente para canais de consciência além da simples presença, mas para que isso aconteça é preciso que você permita a transferência em si.”

    Estudante: “Acho que sou impaciente e minha mente vaga, eu não fico quieto por um período longo, embora lendo as lições do Livro de Urântia ou “The Center Within” ou o que seja. Faço minha oração do dia, meu agradecimento e minha adoração. Então permaneço assim por um minuto e minha mente divaga”.

    Aarão: “Uma mente que divaga não é necessariamente um sinal de fracasso. É como fazer exercícios. Quando você faz apoio sobre o solo, não pode fazer vinte na primeira vez que tenta. Quietude não é na realidade um esforço para parar o pensamento, deixar de pensar. Alguns tipos de meditação fazem isso, sim. Mas a quietude para a qual nós geralmente o guiamos é uma avenida onde você estará tentando colocar seu pensamento em certos fluxos, em vez de se castigar porque sua mente divaga. Simplesmente se redirecione e volte para o centro”.

    “Abraão, esta noite, referiu-se a como os humanos freqüentemente buscam satisfação e resultados imediatos. A quietude é verdadeiramente um teste de resistência. Enquanto se permitir vagar com seus pensamentos, saiba que você pode redirecionar-se, que você pode passar continuamente cinco, dez, vinte minutos eventualmente, em comunhão inquebrantável. Mas isso requer uma verdadeira prática”.

    “Não se espera que você seja um perito em quietude, mas que simplesmente tente. Assim, em lugar de reconhecer seus pensamentos vagando e escolher uma atividade diferente, você deve simplesmente se aplicar, dar-se mais tempo para redirecionar os pensamentos. O que você achará é que canalizando sua energia e seus pensamentos para o centro, o Espírito dentro de você irá trazer uma produtividade no tempo”.

    “Você pode nem mesmo estar consciente e atento à garantia do poder e fortalecimento de sua resolução para coisas mais elevadas, avenidas melhores de pensamento, e ter sucesso ao superar-se em muitas áreas de sua vida que você gostaria de mudar. Muito do que se realiza na prática da quietude é inconsciente. O que você sente é uma mistura de coisas. Parte disso pode ser o contato do Espírito”.

    “Muitas das emoções e sensações que você sente são na realidade respostas eletroquímicas humanas. Isto está ajudando em sua compreensão, meu amigo?”

    Estudante: “Muito, muito, obrigado”

    Abraão: “Eu sou Abraão. E diria isto. Concordo plenamente com o esboço de Aarão e especificamente aplicaria minhas palavras de fortaleza e paciência a você com este propósito”.

    “Realmente, o propósito principal da quietude não é parar o pensamento. Isto é um certo tipo de meditação. O propósito principal da quietude é re-centralizar o seu ser longe do ego, da demanda de sua cultura e de seu condicionamento, uma re-centralização de forma a ir para aquele Centro que contém tudo de Deus. Assim, eu concordo, não se aflija com a sua mente que divaga, mas exercite sua vontade para trazer isto ao centro no amor e presença de seu Preceptor Divino. Seja paciente consigo mesmo, meu amigo ansioso. Utilize sua força interna…”

    “É uma ilusão achar que a experiência de outra pessoa é melhor que a sua, meu querido. A experiência de cada pessoa é sem igual e verdadeiramente difícil, senão impossível, de se comparar. O que você experimenta quando ouve falar de outras experiências é um processo secundário. Ao mesmo tempo em que é verdade que cada um tem uma experiência sem igual, também é verdade que cada um tem o mesmo tipo de Preceptor Divino.”

    “A razão de cada experiência ser diferente é a interação com a personalidade. Isto é recomendável para se aspirar a níveis mais altos de crescimento espiritual. Mas às vezes é enganoso quando se está seduzido pelo misticismo, pelo misterioso, pelo diferente, isso pode fazer alguém descontente…” Aarão e Abraão, Southeast Idaho, Missão Instrutora, Pocatello, Idaho, EUA 26 Out. 2001.

    Do Instrutor Celestial Legion:

    “Na quietude nós falamos com o seu Ajustador do Pensamento…”

    “Agora para falarmos com o seu Ajustador do Pensamento, seu coração deve estar quieto. Nós preenchemos aquele espaço com tudo o que temos, tanto que você não pode imaginar. E é por isso que é importante se dar dez minutos por dia de prática da quietude… Isto que você está realizando. …E aqueles que não ouvem nossas palavras têm de saber como é importante que eles nos permitam falar diariamente com seus Ajustadores do Pensamento. Nós somos uma linha-vital para eles, assim como para você. Nós mantemos o mecanismo de ligação afinado. Todo mundo que pratica a quietude é de extrema importância. Este é o privilégio que nos nutre, durante cada tempo que nós “falamos” com seu Ajustador do Pensamento, nós também ouvimos. Esta é natureza de nosso amor. Flui por tudo.” Legion, Grupo Jungle da Missão Instrutora, Nuevo Arenal, Costa Rica, 12 de Junho de 2000.
    Voltar

       


    16. Por que eu não ouvi falar antes do “Livro de Urântia” e da Missão Instrutora?

    Por causa da natureza espiritual do assunto, tinha sido determinado que o melhor modo de compartilhar os ensinamentos era pessoa a pessoa, com aqueles indivíduos que parecem ter uma fome espiritual, uma sede de verdade que não estava sendo satisfeita em suas vidas. Tendo-se primeiro uma relação pessoal onde ambos os indivíduos sentem-se seguros compartilhando os desejos espirituais mais profundos, aí então os ensinamentos da Revelação de Urântia são grandemente facilitados. Da mesma maneira que cada personalidade individual é única, as necessidades espirituais também são únicas, pois as circunstâncias da vida fazem com que os indivíduos se concentrem e procurem mais em uma área da verdade do que em outra. Por exemplo, se a pessoa experimentou há pouco a morte de um ser amado, sua busca pela verdade espiritual poderia ser um desejo de saber mais sobre a experiência da morte, o que sobreveio a este ente querido? Poderá ver esta pessoa de novo? Qual o significado por trás da morte daquela pessoa? Um amigo amoroso pode ajudar a achar respostas a estas perguntas.

    Agora que o Livro de Urântia está publicado há cinqüenta anos, e foi traduzido e publicado em espanhol, russo, coreano, francês, finlandês e holandês (as traduções alemã, portuguesa, lituana, chinesa, grega, sueca, indonésia, japonesa e norueguesa ou estão nas fases de planejamento e desenvolvimento ou se aproximando da publicação), ele é conhecido mais amplamente e há mais estudantes do livro disponíveis para ajudar na criação de grupos de estudo, trabalhar no entendimento de ensinamentos secundários, planejar conferências e orientar os leitores mais novos. O uso da Internet faz com que o livro esteja cada vez mais disponível para os indivíduos que “surfam na rede” procurando respostas às perguntas da vida que, por uma razão ou outra, não foram apresentadas na Quinta Revelação de Época.

    A Missão Instrutora/Tempo de Correção existe há muito pouco tempo, mas novamente a Internet foi uma grande ferramenta para disseminar mundialmente e gratuitamente as cópias. Os Instrutores Celestiais estão trabalhando com indivíduos e grupos em todos os países, ajustando suas apresentações para se adaptar às culturas e grupos religiosos individualmente, então os grupos fora dos Estados Unidos podem ser chamados por outros nomes, ou funcionar diferentemente, mas equivalem em conceito e da mesma maneira foram amorosamente criados por Cristo Micael e seu pessoal. Nenhum grupo é mais favorecido que outro. Qualquer diferença percebida é devida a componentes mortais e ao esforço que eles escolhem investir nos projetos co-criativos.
    Voltar

       


    17. Por que ganhamos “O Livro de Urântia”?

    “Cristo Micael é dominado pelo amor e misericórdia que tem por suas criaturas.”

    No momento em que os 37 mundos de Satânia foram colocados em quarentena, Micael sabia que seu crescimento evolucionário seria drasticamente retardado e que ao final do isolamento esses mundos necessitariam de assistência para voltar ao seu “status” planetário normal. Ele começou a planejar o nosso Tempo de Correção há 200.000 anos, sabendo que não poderia ser implementado até o julgamento da rebelião. Quando a sentença foi emitida (no outono de 1985), Micael já tinha os procedimentos prontos e os instrutores treinados para começarem esse trabalho imediatamente. A revelação conhecida como “O Livro de Urântia” foi a primeira parte de sua missão de misericórdia. Seu mandato permite uma revelação até o nível de progresso que cada mundo teria atingido em circunstâncias normais. Devido à dupla falha das administrações planetárias em Urântia (Príncipe Planetário e Adão e Eva), precisávamos da assistência adicional que está sendo ministrada abundantemente.

    Do Instrutor Celestial Ham:

    “Como sempre parece acontecer com seres humanos imaturos, quando alguém recebe parte da verdade tende a exagerar essa parte e fazê-la parecer o todo. O Livro de Urântia nunca foi planejado para ficar órfão. A verdade é sempre viva, ela não pode ser cristalizada em um simples livro. O Livro de Urântia contém muitas verdades avançadas, que ajudaram a preparar o caminho para um esforço mais amplo de instrução abrangente, mas não é, certamente, a verdade final ou a revelação final para esse período de tempo. Todo este esforço se destina a preparar seu mundo para eventualmente receber outro Filho.”

    “Vocês perderam tanto terreno e tiveram tantos retrocessos, que esforços extraordinários estão sendo feitos para ajudar a trazê-los para um nível em que um filho possa ser recebido com gratidão e não com ressentimento. Seu mundo tem um longo caminho a percorrer antes que isso seja possível. Não tema, meu filho, ser forçado a escolher entre a lealdade a um livro que contém verdades ou a lealdade a um instrutor que porta a verdade. Em vez disso permaneça leal à verdade viva, e tudo entrará em perspectiva para você.” Ham, Nashville, Tennessee, EUA, 5 de Novembro de 2000.

    Do Instrutor Celestial Jar-El:

    “Sim, o Livro de Urântia é um volume muito intelectual. É maravilhoso estudar e fazer a ginástica mental necessária para entender os conceitos mais profundos e penetrantes do universo. Mas quando você se abre e se liga com o coração, percebe que a espiritualidade é um ato vivo. É assim que você age. É assim que você age e trata cada um que encontra. Esta é a nossa mensagem básica, que a Luz de Deus reside dentro de você. Você pode acessar essa luz e essa presença se começar a dedicar dez a quinze minutos por dia aquietando sua mente, sentado em quietude e estando na presença de Deus.” Jar-El, Arcadia, California, EUA, 18 de Julho de 1999.

    Voltar

       


    18. Por que o Tempo de Correção está se realizando agora?

    “Claro que há uma resposta simples. É a vontade de Micael, mas eu sei que você está desejando uma explicação mais detalhada. Muitos eventos aconteceram em conjunto: a adjudicação final da rebelião de Lúcifer, a abertura dos circuitos planetários, a vontade de Micael de devolver o seu mundo amado aos reinos de luz, retirando-o da escuridão na qual havia sido lançado.” Ham, Spirit Quest 99 (Conferência Internacional de Leitores do Livro de Urântia), Vancouver, Canadá, 10 de Agosto de 1999.

    “Vocês estavam em privação, então lançamos essas medidas de emergência.”

    “Isto é por causa de déficits genéticos neste planeta, que resultaram da falha de duas administrações principais: de seu Príncipe Planetário, com a Rebelião de Lúcifer e da falta Adâmica; a Missão Instrutora foi autorizada como parte da tarefa maior que é o Tempo de Correção.”

    “A instrução que estamos proporcionando aconteceria em planetas normais, mas com métodos diferentes. As lições seriam ensinadas pelo pessoal do Príncipe Planetário e pelo pessoal da sede Adâmica e suas sub-sedes ao redor do mundo. Estes foram privados de sua história e então foi decidido lançar estas medidas de emergência.” Minearsia, South-Idaho, Grupo da Missão Instrutora em Pocatello, Idaho, EUA. 8 de Fevereiro de 2002.

    “Vocês estão sendo ativados para transformar Urântia em um solo espiritual”.

    “Em toda a realidade e verdade, é por isto que estamos aqui, para preparar um solo espiritual dentro das mentes dos mortais de Urântia para a chegada do grande professor espiritual [o Filho Magisterial].”

    “Vocês são os primeiros grupos, em larga escala, que estão sendo ativados para transformar Urântia em um solo espiritual.” Jar-el, Arcádia, Califórnia, EUA, 18 de Julho de 1999.

    “Um dia, meus filhos, este mundo estará livre e todos os povos conhecerão a verdade, a verdade de sua condição de filhos de Deus. A verdade de como são amados, estimados e apoiados pelo amor de pais dedicados. Um dia todos os corações baterão em harmonia com o amor do seu Criador e o amor pelo próximo. Um dia todos os corações cantarão no coro jovial de serem cidadãos universais que celebram a vida abundante que lhes foi concedida. Deixem que estes dias venham agora para vocês, minhas crianças. Saibam que esta é uma realidade para vocês. Deixem estas palavras calarem profundamente dentro de vocês e compartilhem e espalhem estas boas novas aos seus irmãos e irmãs. Ajudem-nos a acharem a liberdade que é serem nossos filhos.” Nebadônia – Filha do Espírito Infinito, Larkspur, CA, EUA, 2 de Fevereiro de 2004.
    Voltar

       


    19. Por que os instrutores se oferecem para vir para cá?

    “Eu me ofereci para ampliar e aprofundar minha experiência de viver uma vida humana”

    “Tive o privilégio de corresponder às lições e desafios da vida. Todo pai desfruta de sua participação no amadurecimento de seus filhos, no desenvolvimento de suas habilidades e realizações. Este o meu caso, igualmente, ao observar vocês dando passos largos, dando saltos, que provam que estão entendendo e absorvendo os significados transmitidos em nossas reuniões de contato”

    “Não são todos os mundos que têm a vantagem e a segurança da luz e vida. Quando seres humanos apresentam os modos de comportamento que antecedem uma cultura de luz e vida, emocionam a todos os observadores celestiais que estão freqüentando aquele mundo.”

    “Em nenhuma parte é tal beleza manifestada com tanto contraste como em Urântia.” Elyon, North Idaho Grupo da Missão Instrutora, EUA, 20 de Janeiro de 2002.

    “A maioria dos instrutores que se ofereceram para vir aqui, assim como eu, foram antes mortais de um mundo evolutivo que está agora em alguma parte do programa de ascensão no universo de Nébadon. Eles se ofereceram para vir a este mundo e auxiliar Micael a ajudar os habitantes mortais deste mundo a adquirirem a compreensão de verdades espirituais básicas. O plano é levar este mundo à aurora da idade de Luz e Vida, e preparar um solo fértil para que em algum ponto futuro um Filho Instrutor ou Micael possa aparecer novamente na carne, neste mundo. Seria bastante tolo trazer um tão alto ser para um mundo que não tivesse nenhuma base espiritual. Assim a Missão Instrutora foi iniciada de forma que os mortais possam ter contato com homólogos espirituais, nós que estamos um pouco adiante de vocês. De certo modo isto é metafórico quando se deixa este mundo e se vai para os próximos mundos de ascensão. Vocês notarão que, assim como os que estão acima lhes informam e ensinam, vocês em troca têm a oportunidade de passar informações e ensinar aos que estão abaixo de vocês. Este é um processo contínuo de educação ao longo do universo de Nébadon e do superuniverso de Orvônton. Este é o modo pelo qual o conhecimento é ganho: por experiência de primeira mão e ao se compartilhar e passar estas experiências aos que estão abaixo de vocês. Nesse contexto Urântia estará recebendo sua herança espiritual legítima. Estará adquirindo informações sobre assuntos espirituais de certo modo não-invasivo; as prerrogativas de livre-arbítrio de cada mortal não estão sendo violadas. Vocês não são coagidos a estar aqui ou nos escutar, e definitivamente não foram coagidos à ação.” Jar-El, Arcádia, Califórnia, EUA, 18 de Julho de 1999.

    “Cristo Micael, com sua benevolência, enviou tantos instrutores quantos podem ser recebidos”

    “O Pai encomendou a tarefa de que todos vocês abriguem em seus corações a seguinte resolução: ‘SEJAM PERFEITOS COMO EU SOU PERFEITO’. E assim, meus filhos, ele não espera que alguém faça isto por vocês. Vasto é o número de instrutores. Vasto é o número de anjos e outros auxiliares planetários que vieram a este mundo para ajudar a começar a tarefa de suas vidas eternas. Nós viemos servir e ajudá-los.”

    “Este mundo é um planeta de feridos ambulantes e [Cristo] Micael, com sua benevolência de propósitos, enviou tantos instrutores quantos podem ser recebidos, para ajudar a cada um de vocês – cada um de vocês – a superar a ferida de suas vidas que não foi causada por nenhuma falta de vocês mesmos. Micael está enviando com os instrutores o Pão da Vida e a Água Espiritual que verdadeiramente saciará sua sede para sempre.”

    “Ele pede algo mais: que vocês estejam dispostos a abrir seus corações o bastante para permitir que recebam seu amor e que tenham vontade de mudar.”

    “Suas ansiedades, seus medos – todas estas coisas são conhecidas por nós. Nós conhecemos suas dificuldades, suas tristezas, seus corações partidos. Conhecemos todos os vários modos pelos quais vocês se escondem de si e dos outros – e bastante bem, filhos do Pai.” Ham, Spirit Quest 99 (Conferência Internacional dos Leitores do Livro de Urântia), Vancouver, Canadá, 10 de Agosto de 1999.
    Voltar

       


    20. Pretende-se que o “Livro de Urântia” leve a civilização à próxima época?

    “A Revelação de Época é sempre monoteísta com as boas novas da salvação através da fé e pela fé”

    “Mesmo em mundos evolucionários normais, a realização da irmandade mundial dos homens não é uma realização fácil. Num planeta confuso e desordenado como Urântia, uma realização como essa necessita de um tempo muito mais longo e requer um esforço muito maior. Uma evolução social sem ajuda exterior dificilmente pode alcançar resultados felizes, em uma esfera espiritualmente isolada. A revelação religiosa é essencial à realização da irmandade em Urântia.” (LU, página 597)

    “Os valores contidos no Livro de Urântia são espiritualmente verdadeiros e podem ser experimentados apesar das muitas tradições, religiões e crenças mundiais. Alguns dos conceitos do Livro de Urântia ampliam convicções e podem ou não ser aceitos pelos indivíduos. Mas a intenção básica é fortalecer a fé pessoal e encorajar o aspecto espiritual em nossas vidas.”

    “Muitos indivíduos estão sentindo fome de mudança sistêmica ou reconhecendo que o mundo muda a passos alarmantes. O Livro de Urântia se ajustaria neste sentimento, mas sua mensagem é positiva e afirmativa; individual e cultural. Pretende-se que ele nos leve à próxima época da civilização humana, ao aumentar mais e mais nossa relação pessoal com Deus.”
    Voltar

       


    21. Qual é a habilidade dos instrutores?

    “Eu entendo os mecanismos da mente humana”

    “Vocês poderiam dizer que eu sou perito em alguns dos processos intelectuais da mente humana, e que entendo seus mecanismos. Tenho muitas áreas de interesse, mas sinto que meu melhor esforço para servir é ajudando vocês a bem entenderem as motivações humanas e as conexões da mente humana.” Welmek, Indianápolis, Minnesota, EUA, 21 de Setembro de 2000.

    “Ao sermos designados, também somos agraciados com a capacitação.”

    “Nós Melquisedeques somos designados para nos ocuparmos de educação. Esta é nossa habilidade inata e também nossa tarefa no universo local. Para crédito do divino, quando somos designados, também somos agraciados com a capacitação. Vocês humanos são bem decididos em uma tarefa que é ter fé para ascender ao Pai, usar a confiança e a esperança como seus apoios, vestir-se de amor e luz, valer-se da coragem e da curiosidade para se alimentarem com o conhecimento que revela a verdade e com a verdade que revela o Pai.” Maquiventa Melquisedeque, Coeur d’Alene, Idaho, EUA, 12 de Novembro de 2000.

    “Fomos treinados para estar alertas como se vocês fossem incontroláveis”

    “[O Instrutor] Lester disse-me para falar que, embora eu os elogie bastante freqüentemente, tenho que dar um passo à frente e dizer que às vezes sinto como se vocês fossem todos filhotes de cachorro que não posso manter no cesto. Deixem-me continuar com aquela metáfora: fomos treinados como instrutores, para estar alertas a qualquer sintoma que contribuísse para seu bem-estar como filhotes de cachorro incontroláveis que precisam ser amarrados, senão correm selvagemente. Não há fora do cesto senão aqueles que escolheram se ocupar desta missão do Tempo de Correção. Vocês estão crescendo tão bem, que poderiam estar no jardim com o portão aberto e ainda assim procederiam adequadamente. Acredito que isto é porque vocês carregam em seus corações a mesma verdade das palavras que você há pouco proferiu.” Elyon, Grupo da Missão Instrutora em North Idaho, EUA, 26 de Setembro de 1999.

    “Eu realmente estou ligada à equipe de ministério liderada pelo Príncipe Maquiventa”

    “Estou contente por vocês focalizarem suas preocupações considerando minha relação com o ministério que agora serve a Urântia para obter sua reabilitação. Eu realmente estou ligada à equipe de ministério que é liderada pelo Príncipe Maquiventa, e sirvo sob a direção imediata dele. Também tomo conta de grupos delegados de forças celestiais de muitas categorias que levam a cabo aspectos específicos desta Campanha de Redenção. Sirvo com outros seres celestiais no trabalho de cuidar, como instrutora treinada, do estabelecimento de contato de instrutores adicionais em muitos países, que inclui este onde O Livro de Urântia tem causado um pequeno impacto, e a amplificação e elucidação do programa dos Portadores de Vida neste planeta experimental, que continua evoluindo e se desenvolvendo.” Olfana, Half Moon Bay, Califórnia, EUA, 1999.
    Voltar

       


    22. Qual é o estado atual da Missão Instrutora?

    “O plano de Micael se mostrou bem-sucedido – montanhas estão se movendo”.

    “No princípio vocês eram mimados, algo assim. Agora vocês aceitaram seus lugares à mesa de Micael e participam por si próprios. Nosso Tempo de Correção está maduro e podemos fazer a colheita de nossa safra. Vocês aprenderam a assumir a responsabilidade por seu crescimento espiritual e desenvolvimento, e esta foi a principal realização do Tempo de Correção.”

    “Nenhum homem precisa procurar outra pessoa para sua nutrição espiritual, mas simplesmente procurar dentro de si sua própria orientação. Este é seu ministério, meus amigos, ajudar seus companheiros a descobrirem a orientação interna deles. Vocês são os professores, conselheiros e confidentes, sem dúvida, mas seu objetivo principal é ajudar seus companheiros a achar o próprio Deus interno deles.”

    “O plano de Micael se mostrou bem-sucedido – montanhas estão se movendo, a fé está penetrando em todas as áreas do mundo, em todos os caminhos da vida. Vocês, nossos embaixadores, são exemplos vivos de nosso Mestre, exemplos de sua bondade e compaixão, sim, mas também exemplos de sua força, coragem e habilidade para serem iguais relativamente a todas as pessoas. Quão mais ricas estão nossas vidas por causa de nossas relações pessoais com o Mestre? Quão melhores estamos por causa dele? Quão mais fácilmente nós suportamos todas as coisas, porque Ele nos ensina, trabalha conosco, está conosco em todas circunstâncias, e não importa quantas vezes pensemos ter errado, Ele continua nos amando sem fim.” Abraão, Woods Cross, Utah, EUA, 24 de Agosto de 2003.

    “Nós estamos contentes com o progresso desta missão, especialmente como ela se manifestou nos Estados Unidos. Começou na Nova Zelândia e está crescendo na Inglaterra, mas estão sendo tocados outros idiomas. Cumprimentamos este novo evento jubiloso porque antes foi uma nação de língua inglesa, mas agora o espanhol foi contatado. Há movimentos em andamento na China e Japão. Este não é um exemplo isolado de contato; é mundial. Há muitos que são receptivos aos nossos ensinamentos.”

    “Micael está muito contente. Ele diz para continuarem o que estão fazendo e contatarem outros que estão interessados em ser contatados. Tudo o que eles têm de fazer é sentar-se quietamente e pedir um instrutor. Há milhares de seres de outros planetas que pediram para serem enviados ao seu mundo, avidamente interessados, e estamos buscando pessoas receptivas a estas coisas. Mas não tememos, pois foram dados passos largos nos últimos dez anos, muito mais do que tínhamos previsto.”

    “Assim, é grande a alegria. Nós os amamos e pedimos que continuem o que estão fazendo. Vocês estão bem protegidos, por isso não temam qualquer evento desfavorável. Ele envia saudações e ama a todos vocês.” Nebadônia, Espírito Criativo Materno, Conferência do Grupo de “Living Waters”, Niagara Falls, NY, EUA, 10 de Julho de 2003.


    Voltar

       


    23. Qual é o significado de “circuitos abertos”?

    Durante o tempo em que Urântia esteve sob quarentena, os únicos circuitos de comunicação que estavam abertos eram os circuitos diretos entre os Ajustadores do Pensamento e o Pai, e o circuito dos Arcanjos. Todos os outros circuitos que unem Urântia ao Sistema, Constelação e Universo Local estavam fechados. Todos os seres que estavam no planeta, os Intermediários e Serafins, não puderam contatar seus superiores, e eles não puderam acessar nenhuma difusão do universo para escutar o que estava acontecendo no resto da Criação.

    Do Instrutor Celestial, JarEl:

    “Os circuitos estão melhorando grandemente, estão sendo abertos cada vez mais”

    “Hoje à noite eu gostaria de falar com você sobre as energias que o Pai lhe traz. Os circuitos estão melhorando grandemente, estão sendo abertos cada vez mais, e mais informação está passando. O Pai faz isto de forma que seus filhos possam ter a oportunidade de verdadeiramente entender, para que possam sair do mundo de confusão para o mundo de luz e vida.”

    “É minha esperança que não se abram muitos circuitos de uma só vez. Se fosse acionado o interruptor e fossem abertos todos os circuitos, uma energia espiritual enorme viria para o planeta, porém não seria bem recebida. Muitos não estão preparados para esta energia. Assim como a espiritualidade mundial aumenta gradualmente, também os circuitos aumentam gradualmente. Neste momento há circuitos adequados para as pessoas de Urântia. Há informação adequada passando. Quanto maior a necessidade, mais circuitos serão abertos.”

    “O amor do Pai é grande. Ele ama muito você, além de qualquer palavra que eu possa dizer esta noite. Nestes circuitos que Ele abre para vocês, Ele deseja expressar seu amor por vocês. Estes circuitos são quase como linhas de comunicação, um modo para ele se comunicar com vocês. Todos vocês sabem bem como é fútil falar com alguém que não está escutando. Porém o Pai ainda continua falando com vocês, embora vocês às vezes possam não se preocupar em escutar, ele ainda está lá falando com vocês. É seu dever escutar. É seu dever prestar atenção. É sua responsabilidade compreender a mensagem que Ele lhe passa. Por outro lado não finja escutar. Se você desejar escutar Deus verdadeiramente, preste atenção. Silencie-se, assim ele pode falar com você.”

    “Você tem de aprender a fazer bem isto se for usar estes circuitos recentemente abertos. Para os circuitos que ainda serão abertos, são de formas mais sutis. Leva prática para os acessar. Claro que há circuitos que estão mais prontamente disponíveis a esses que desejem utiliza-los.” JarEl, Arcadia, Califórnia, EUA, 23 de Julho de 2001.

    Do Instrutor Celestial Tomás:

    “Agora que a quarentena está terminada, vocês estão sendo recolocados nos circuitos”

    “…Esta idéia de interligação, realmente, como uma compreensão de ligação aos circuitos, é essencial à avaliação do encircuitamento vivo que conecta tudo, do nível molecular e menor para o nível cósmico e maior.”

    “A relação está em tudo. É um circuito entre rotas legítimas pelo universo, pela galáxia, por vários padrões de energia e matéria, conexões entre indivíduos e entre níveis de hierarquia espiritual. Uma parte desta religação é uma consciência dos vários e muitos tipos de circuitos que foram instalados e reativados, cortados há muitos anos devido à infeliz traição de Caligástia.”

    “Nós trabalhamos duro e por muito tempo durante estes tempos. Nos alegramos nestas oportunidades em que fazemos uso do florescimento espiritual que está acontecendo em seu mundo hoje. Há tanto trabalho a ser feito, há tanto esforço a ser feito para elevar a mente animal indolente acima de seu legado natural preguiçoso até os reinos puros do pensamento e depois além, para a realidade espiritual.”

    “A escalada do lodo primordial até as margens do espaço estelar, é um movimento avançado que está sendo criado em uma base constante, e agora que a quarentena está terminada vocês estão sendo religados aos circuitos, que tudo darão em benefícios, por ser esta parte da galáxia em que vocês moram uma parte do universo de Nébadon, e com isso vocês são beneficiados pelas ministrações de muitos ajudantes espirituais e conselheiros. Nós estamos alegres em estar a bordo, contentes por estarmos envolvidos neste empreendimento, e, uma vez mais, gratos aos Seres Intermediários.” Tomás, Grupo da Missão Instrutora Sudeste Idaho, Pocatello, Idaho, EUA, 30 de Setembro de 2000.

    Do Instrutor Celestial Olfana:

    “A abertura dos circuitos é um processo que se desdobrará com o passar do tempo.”

    “Conforme Cristo Micael determinou, é a vontade do Pai que esta esfera se redima, assim como as outras que se envolveram nesta rebelião. Houve uma efusão imediata de energia que anunciou o começo deste grande Plano de Redenção e Amor. Muito da conexão direta e reconexão dos circuitos só está acontecendo agora. Entretanto, como nós mesmos dissemos, a reconexão ainda continuará a ser feita. A abertura dos circuitos é um processo que se desdobrará com o passar do tempo porque, à medida que aumente a sabedoria evolutiva dos seres neste planeta, aumentará a capacidade de infusão adicional de energia dos circuitos.”

    “Estou falando da sabedoria evolutiva do planeta, que não é conectado somente ao nível humano. Por favor, lembrem-se de que este é um planeta de Intermediários e outros seres também.”

    “O fator limitativo do processo de abertura não é diretamente a mera capacidade de absorver a energia que vem destes caminhos de circuito. Há outros fatores que governam os padrões e intensidades destes circuitos de energia. Eu falarei aqui de algo que vocês não podem, de fato, entender completamente, mas eles são o amor harmonioso, as reverberações de clemência, a energia cintilante da gratidão, a canção de adoração -todos esses são componentes dos circuitos. Realmente não posso descrever em termos mais científicos.” Olfana, Half Moon Bay, Califórnia, EUA, 1994.

    Do Instrutor Celestial JarEl:

    “Comece a compreender este lugar [o coração] como um recurso espiritual, um recurso de mudança, um recurso de transformação, um recurso espiritual para conectar todos ao mundo. Isto é conhecido como reconexão dos circuitos. Nós podemos reconectar os circuitos de Sálvington de Nébadon à Urantia de Satânia, mas não podemos conectar os circuitos individuais entre vocês, comecem a se conectar uns aos outros, comecem devagar, com atos pequenos de bondade. Lembrem-se, é Micael quem se encarrega da mudança de seu mundo. Vocês se encarregam de sua própria mudança.” JarEl, Missão Instrutora Arcádia, 18 de julho de 1999.

    Do Instrutor Celestial Tarkas:

    “Estudante: Você falou sobre alguns dos fatores que estão ligados à abertura dos circuitos. Quão dependentes eles estavam da própria adjudicação da rebelião de Lúcifer? Isso teve de acontecer antes de os circuitos poderem ser aumentados em sua instalação e função?”

    “Você está agora, se dirigindo a Tarkas… Como Olfana mencionou, o ímpeto inicial desse restabelecimento de circuitos era a decisão de Cristo Micael, de começar esse processo de redenção. Então, a resolução direta desta rebelião era somente um episódio no âmbito desse restabelecimento de circuitos.” Tarkas, Half Moon Bay, Califórnia, EUA, 1994.

    De Cristo Micael:

    “Não sejam apanhados de surpresa se receberem os ecos de nossas comunicações…

    “Ajudando neste plano, você verá várias missões em Urântia, tudo destinado à exaltação e normalização de seu reino. Quando se ouve falar em Missões Magisteriais, missões de Filhos Instrutores da Trindade e outras possíveis ajudas para o nosso desenvolvimento, não é necessário debater entre nós sobre a precisão de detalhes.”

    “Eu designei que toda e qualquer missão, revelada ou não-revelada, é útil e de exaltação, e irão vir algumas ao mesmo tempo. A sucessão de acontecimentos em um planeta normal não pode servir às necessidades de um mundo anormal, e ordenei a ajuda a vocês, de modo que toda e qualquer possível ajuda virá simultaneamente.”

    “Então, não sejam apanhados de surpresa se receberem os ecos de nossas comunicações sobre todas as maneiras de assistência, e não fiquem desconcertados se isso não se ajustar às suas expectativas. Eu prometo que isso um dia excederá as expectativas mais profundas que vocês possam ter tido. É meu desejo utilizar os métodos mais criativos e efetivos para a exaltação de nosso mundo, como facilitação e desdobramento do apoio à vontade do Pai. Nada que nós façamos vai encurtar o tempo necessário de desenvolvimento, nem as experiências que seu planeta deve atingir em seu estado legítimo, mas faremos tudo para abreviar a implantação de nossa livre vontade, com os filhos do Pai que nos ajudam.” Cristo Micael de Nébadon, Northwest Regional Gathering, EUA, 4 de Julho de 1996.

    Voltar

       


    24. Qual é o tamanho do universo?

    Curso intensivo de cosmologia:

    “O Paraíso é a gigantesca Ilha nuclear de absoluta estabilidade que está imóvel no próprio coração do magnífico universo eterno. Esta família planetária central se chama Havona e está muito distante do universo local de Nébadon. Ela tem enormes dimensões e massa quase incrível, consistindo de um bilhão de esferas de beleza inimaginável e enorme grandeza, mas a verdadeira magnitude dessa vasta criação está realmente além das possibilidades de entendimento da mente humana.” [LU, documento 14, seção 0]

    O Universo Central e Divino consiste de:

    Ilha do Paraíso (LU, documento 11)

    Mundos Sagrados (LU, documento 13)

    Bilhão de Mundos de Havona (LU, documento 14)

    O Grande Universo consiste de: (LU, documento 15)

    7 Superuniversos

    70 Setores Maiores

    7.000 Setores Menores

    700.000 Universos Locais

    70.000.000 Constelações

    7.000.000.000 Sistemas Locais

    7.000.000.000.000 Planetas Habitáveis

    O Universo Mestre consiste de:

    Universo Central e Divino (LU, documento 14)

    Sete Superuniversos (LU, documento 15)

    4 Níveis do Espaço Exterior (LU, documento 12, seção 1)

    ” …os sete superuniversos atravessam uma grande elipse, um círculo gigantesco e alongado. Seu sistema solar e os outros mundos do tempo não estão navegando sem rumo, sem mapa ou bússola, num espaço desconhecido. O universo local a que pertence o seu sistema está seguindo um curso definido e bem compreendido no sentido oposto ao dos ponteiros do relógio, em vasto deslocamento em volta do universo central. Esse caminho cósmico é bem mapeado e tão completamente conhecido pelos observadores de estrelas do superuniverso quanto as órbitas dos planetas de seu sistema solar são conhecidas pelos astrônomos de Urântia.” [LU, documento 15, seção 1]

    A imensidão do tamanho do universo mestre – o universo Central e Divino, cercado pelos sete superuniversos e cercado ainda pelos primeiros quatro níveis do espaço exterior – não pode ser descrita por nossas línguas urantianas limitadas, ou entendida por nossas mentes finitas; ela está além de nossa compreensão. A astronomia moderna e o telescópio Hubble expandiram grandemente a nossa visão do universo, mas nossa perspectiva ainda está muito limitada por nossa posição relativa nessa vasta criação.

    Traduzido por Wagner Montemor Andrade. Florianópolis, 31 de Março de 2005.
    Voltar